icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2013
00:43

Mesmo ausente do jogo que deu o título de tricampeão Copa do Brasil ao Flamengo, com a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, nesta quarta-feira, no Maracanã, o zagueiro Chicão é mesmo pé quente. O defensor chegou ao Flamengo para dar mais experiência ao time rubro-negro, a pedido do técnico Mano Menezes. Logo na estreia, o camisa três fez o um gol de falta, no empate com o Goiás, caindo ainda mais nas graças da torcida.

Chicão lembra que, quando foi contratado pelo Rubro-Negro, afirmou que chegaria não só para somar ao elenco, mas brigaria por voos maiores com o grupo.

- Quando fui apresentadom falei que brigaria por título e riram de mim, o Flamengo não vivia um bom momento no Brasileiro, o time estava desacreditado na Copa do Brasil, mas tiramos o Cruzeiro, o Botafogo, Goiás. Mostramos nossa força em cima dessas equipes que estão brigando por uma vaga na Libertadores - disse o zagueiro.

O zagueiro teve uma lesão muscular na coxa direita no jogo de ida da final, em Curitiba, treinou na segunda-feira, mas desfalcou a equipe no treino de terça-feira. Chicão jogou apenas cinco partidas na Copa do Brasil, e fez um gol na competição. O jogador foi campeão nacional, em 2009, pelo Corinthians, com Mano.