icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso e Rafael Valesi
31/12/2013
10:27

Ele chegou ao Brasil como favorito. Durante entrevista coletiva, se colocou como principal candidato à vitória, o que deixou alguns brasileiros um pouco bravos. Mas não adianta reclamar. Pelo segundo ano consecutivo, o queniano Edwin Kipsang Rotich vence a Corrida de São Silvestre, em São Paulo. Na manhã desta terça-feira, ele completou a 89ª edição da disputa em 43m47.

Como era esperado, os quenianos dominaram a disputa, com Mark Korir em segundo e Stanley Koech em terceiro. O brasileiro Giovani dos Santos até tentou acompanhá-los, e conseguiu durante boa parte da prova. Mas no fim, ficou em quarto lugar. A mesma posição obtida no ano passado.

Como quase sempre acontece, os quenianos se juntaram para fazerem a prova juntos. A tática deu certo. Em alguns momentos, até dividiam a garrafa de água para se refrescarem.

Até que no quilômetro 12, Rotich começou a se distanciar dos companheiros e partiu para a vitória. A segunda seguida na competição. Realmente, o favorito cumpriu o que todos esperavam dele.