icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/04/2014
16:06

Vivendo uma grave crise financeira, o Botafogo estimava arrecadar R$ 5,6 milhões com a bilheteria dos jogos da Libertadores. A previsão era do orçamento do clube, que previa também que o Alvinegro chegasse às finais do torneio sul-americano. A torcida comprou a ideia de apoiar em peso o time, mas a receita líquida com a renda dos jogos ficou aquém do previsto por causa de uma série de despesas, como noticiou o site FutDados.

Nos borderôs divulgados no site oficial do clube, é possível perceber que somados os quatro jogos como mandante no Maracanã, o Botafogo levou quase 150 mil pessoas ao estádio e as rendas, somadas, atingiram a marca de R$ 6,982.250,00. O problema é que estes quase R$ 7 milhões se transformaram em apenas R$ 2,2 milhões por causa de várias despesas, como aluguel do Maracanã e taxas da Conmebol, Ferj e afins.

Só para se ter uma ideia, no jogo de maior público do Glorioso na Libertadores, na goleada de 4 a 0 sobre o Deportivo Quito, o público foi de 45.158 pagantes e 50.638 presentes. A renda foi de R$ 2.197,300, 00, mas o Alvinegro ficou com apenas R$ 800.334,62.

O que complicou ainda mais a situação financeira do Botafogo - que segue com salários atrasados - foi a saída do clube do Ato Trabalhista. Desde que o acordo expirou, em dezembro do ano passado, o clube vem sofrendo com uma série de penhoras, que já somam 100% das receitas do clube, de acordo com a diretoria alvinegra.