icons.title signature.placeholder David Nascimento
20/03/2014
09:01

A disputa política pela reformulação do estatuto do Flamengo fica cada vez mais acirrada. Na quarta-feira, mais um grupo de conselheiros, liderado por Lysias Itapicurú e Haroldo Couto, realizou a protocolização da proposta "Acima de tudo rubro-negro", recolhendo 60 assinaturas, dez a mais do exigido pelo regimento interno da Gávea. Esta proposta se junta a outras três já protocoladas: "Conte comigo, Flamengo", da situação, "Pedra Rubi", do grupo de Leonardo Ribeiro, e "Fênix", do grupo de Francisco Gularte.

Ainda não se sabe como Delair Dumbrosck, presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo, irá tratar a entrada desta quarta proposta na disputa da reformulação do estatuto rubro-negro. No fim do mês passado, o mandatário se reuniu com representantes dos três grupos que já haviam protocolado suas propostas e montou um cronograma de votação, que inicialmente aconteceria em outubro para que a promulgação acontecesse no dia 15 de novembro, em comemoração ao aniversário do clube.

E MAIS
>VÍDEO Vai um zagueiro aí? Busca por defensores agita o vaivém
> Fora de Campo: No dia do fã, Léo Moura agradece carinho da torcida flamenguista
> CBF marca Timão x Fla para a Arena. Primeiro jogo oficial do estádio?

Com o seguimento do regimento interno, Delair Dumbrosck deve abrir o período de emenda de 90 dias para o "Acima de tudo rubro-negro" até a próxima semana. Mas não está descartado um acordo entre os grupos visando a não alterar o cronograma e fazendo com que trechos considerados importantes desta quarta proposta entrem em votação de forma separada, como emendas. Caso contrário, a votação correria o risco de não acontecer este ano e, como em 2015 acontece a eleição presidencial, uma reformulação estatutária seria permitida apenas em 2016.

Uma questão interessante considerando-se este lado é o planejamento feito pela atual diretoria. No início desta semana, dez emendas foram enviadas ao Conselho Deliberativo pela gestão de Eduardo Bandeira de Mello, mas, curiosamente, são relacionadas ao estatuto vigente e não a proposta "Conte comigo, Flamengo". Além disto, querem a votação destas alterações, em plenário, até o dia 16 de abril. Delair Dumbrosck analisará nos próximos dias estes pedidos e vai definir se marcará uma reunião para isto. A oposição também deve enviar emendas ao atual estatuto nos próximos dias.

Capa com protocolo do registro da quarta proposta de estatuto (Foto: Reprodução)