icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
25/02/2015
17:22

Faltando menos de mil quilômetros para o final da quarta etapa da Volvo Ocean Race, entre a China e a Nova Zelândia, pelo menos três equipes estão se revezando na liderança da flotilha. Dongfeng, Abu Dhabi e MAPFRE são, nessa ordem, os que estão mais próximos de Auckland. Nas últimas 24 horas cada um liderou um pouco. Levando em conta os últimos resultados das pernas, será impossível prever quem vai vencer a etapa da Oceania.

- Três dias de regata pela frente e alguns obstáculos nos separam de uma vitória sonhada em Auckland. Temos a pressão novamente de sermos líderes. O MAPFRE, por exemplo, não tem nada a perder, eles são muito agressivos taticamente. Enquanto isso, o Abu Dhabi ficará na nossa cola para aproveitar o bote final - disse Charles Caudrelier, comandante do chinês Dongfeng Race Team.

Vanuatu, Fiji e Nova Caledônia ficaram para trás. A cada dia que passa, a cada milha mais ao sul, o frio aumenta um pouco.

- O clima a bordo é bom e estamos ansiosos para alcançar esse pódio muito desejado. Apesar disso, o trabalho dos atletas é intenso, com poucas horas de sono e muita exigência - contou o repórter do MAPFRE, Fran Vignale.

A última atualização da manhã desta quarta-feira aponta a seguinte ordem de classificação: Dongfeng, Abu Dhabi, MAPFRE, Team Alvimedica, Team Brunel e Team SCA. A previsão é que o primeiro colocado termina a prova até o próximo sábado.