icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
16:41

Em grande fase desde que voltou ao Porto, Quaresma dedicou o seu momento ao presidente do Clube, Pinto da Costa. O "Mustang" estava encostado no Al Ahli (EAU) e tinha sofrido uma grave lesão, e acabou voltando para o Dragão. O craque disse ainda que já cansou de dar atenção às críticas que recebe pelo seu comportamento.

- Admiro muito o meu presidente. Não há pessoa melhor do que ele. Agradeço por ter me dado muita confiança. O que os outros dizem passa batido. Há muita gente ignorante por aí. Compete a mim dar tudo por este clube e se tiver de morrer em campo por ele, assim farei - disse Quaresma à SIC Notícias.

Ele ainda falou sobre a polêmica em que se envolveu na partida do fim de semana. Durante a derrota do Porto contra Nacional, teve uma discussão ríspida com um jogador adversário, Marçal.

- Sou provocado todos os dias. Mas acho engraçado que tudo o que digo e faço aparece como um debate. Se a gente olhar para trás, há outros jogadores e pessoas que fizeram pior do que eu e tentaram abafar tudo. Desde os 17 anos que estou preparado para isso. E tenho 30, por isso, se vou ligar a tudo o que dizem a meu respeito, já estaria enterrado há muito - concluiu.