icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
10/02/2015
10:03

O Palmeiras ainda não sabe quando poderá se considerar "pronto" para 2015. A falta de entrosamento foi citada por comissão técnica e jogadores após as derrotas para Ponte Preta e Corinthians, e o clube trabalha para deixar atletas recém-chegados em boas condições físicas, recuperar Valdivia e entrosar quem já está treinando com bola, mas não sabe quando concluirá estas missões. Contando os lesionados, são ao menos 11 atletas longe do ideal.

Dos 19 reforços contratados, quatro não foram nem relacionados ainda: o goleiro Aranha, o volante Arouca, o meia Cleiton Xavier e o atacante Kelvin. Com lesão no joelho esquerdo, o último volta a jogar em abril e é o único da lista que não será inscrito no Campeonato Paulista.

Os outros três precisam recuperar a forma. Arouca, que atuou no primeiro tempo do jogo-treino contra o Santo André, nesta segunda, e já havia participado de coletivo na sexta, é o mais próximo de estrear e pode aparecer na lista de relacionados para o jogo de sábado, contra o São Bento, em Sorocaba. Aranha segue fazendo exercícios na sala de ginástica, enquanto Cleiton foi liberado para ir a Alagoas e deve retomar as atividades só na quinta.

Há ainda jogadores que já estão atuando, mas não estão 100%. É o caso de Dudu, que ficou no banco contra o Corinthians e acabou sendo pivô de críticas a Oswaldo de Oliveira. Na segunda-feira, ele correu no gramado.

- O Dudu vai melhorar e terá toda condição de ser titular. No momento, ainda não tem, assim como o Alan Patrick e o Rafael Marques, e assim como futuramente o Arouca e o Cleiton não terão - disse o técnico.

O lateral-direito João Pedro e o zagueiro Nathan voltaram da Seleção Brasileira Sub-20, treinaram nesta segunda e já são opções, mas se juntam à lista de jogadores que buscam o melhor entrosamento.

AINDA NÃO ESTÃO 100%

Valdivia
Recupera-se de lesão na coxa esquerda. Segundo Oswaldo de Oliveira, estará liberado pelo departamento médico em 15 dias.

Cleiton Xavier
Seu último treino no Metalist (UCR) foi no início de dezembro. Foi liberado para resolver assuntos particulares em sua cidade e deve se reapresentar na quinta-feira para iniciar atividade de recondicionamento. Outro que deve demorar de duas a três semanas para jogar.

Arouca
Volante não participou da pré-temporada do Santos. Antes de se apresentar, passou quase três semanas fazendo exercícios com fisioterapeuta de sua confiança, mas precisou de treinos específicos. Está próximo de ser liberado.

Aranha
Assim como Arouca, o goleiro não fez pré-temporada no Santos. Está em estágio menos avançado e faz recondicionamento.

Victor Ramos
O zagueiro apresentou-se uma semana depois do início da pré-temporada e atuou no amistoso contra o Red Bull, mas passou a sentir dores musculares. Voltou a treinar com o grupo na sexta-feira passada.

Dudu
Outro que chegou uma semana depois do início da pré-temporada. O atacante já está liberado para jogar, mas ainda não em intensidade máxima, como espera e quer a comissão técnica. Por enquanto, faz atividades físicas complementares para readquirir a forma.

Rafael Marques
Segundo Oswaldo de Oliveira, o atacante se enquadra na situação de Dudu: já pode jogar, mas ainda requer cuidados extras. Está próximo do ideal, já que na segunda-feira foi um dos três que disputaram todo o jogo-treino contra o Santo André. Marcou um gol.

Alan Patrick
O meia foi titular contra a Ponte Preta e entrou no segundo tempo contra o Corinthians. Comissão técnica entende que ele não está preparado ainda.

Kelvin
Reforço sofreu lesão ligamentar no joelho esquerdo e só deve voltar em abril. Não será inscrito no Paulistão.

Leandro
Outro que só deve retornar em abril e não disputará o Estadual. Operou o pé esquerdo para corrigir fratura por stress.

Mouche
Rompeu o ligamento cruzado do joelho direito, passou por cirurgia e só volta no segundo semestre.