icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
12:03

O castigo que a Fifa impôs ao Barcelona nesta quarta-feira não poderia ter vindo em momento pior. O clube espanhol não poderá contratar nas próximas duas janelas de transferências, justamente quando precisa de um novo goleiro e um reforço para o seu sistema defensivo. Além disso, um cabeça de área também seria bem-vindo. A punição se deve pelo fato do Barça ter infringido a proibição de contratar jogadores menores de 18 anos.

A contratação de um goleiro para substituir Valdés era uma prioridade, principalmente agora que o jogador passou por cirurgia no joelho direito e ficará sete meses fora de ação. O Barça até tinha tudo acertado com o alemão Ter Stegen, do Borussia Mönchengladbach, mas o negócio agora está suspenso.

Quanto à zaga, Puyol anunciou a sua aposentadoria. O Barcelona continua improvisando Mascherano no setor, o que mostra que a chegada de um zagueiro é necessária. O nome mais especulado pelos catalães é o de David Luiz, que pode não permanecer no Chelsea para a próxima temporada.

Para a posição de volante, o técnico Gerardo Martino já havia pedido que os médicos do clube fossem à Alemanha para avaliar a situação de Gündogan. O jogador do Borussia Dortmund está sem atuar por tempo indeterminado por conta de uma lesão na vértebra. Sem poder contratar, a saída vai ser contar com a volta de Rafinha. O brasileiro, que pertence ao Barcelona, está emprestado ao Celta de Vigo.

É esperado que o Barcelona entre com um recurso contra a puniçao da Fifa. Até lá, terá de se virar com os jogadores que tem. Reforços, só se forem garimpados nas divisões de base.