icons.title signature.placeholder Michel Castellar
08/07/2014
19:29

Incredulidade, perplexidade e tristeza eram os sentimentos dos torcedores na Fifa Fan Fest em Brasília, após a derrota do Brasil para a Alemanha, por 7 a 1, na noite desta terça-feira, pela semifinal da Copa do Mundo. O local que chegou a receber 25 mil pessoas, já ao término do primeiro tempo presenciou uma debandada da torcida.

- É uma vergonha o que está acontecendo. Só me resta ir embora. Nunca imaginei isso - desabafou o estudante Ronaldo Souza, de 21 anos, que deixou a Fan Fest no intervalo da partida.

Até o primeiro gol brasileiro, o público era só festa. O otimismo era uma marca registrada em todos os torcedores que só apostavam em uma vitória, por muitos ou poucos gols.

Mas vieram os cinco gols da Alemanha na etapa inicial e o ânimo deu lugar à perplexidade e revolta. Apesar da goleada parcial, muitos torcedores ainda acreditaram em uma reviravolta no marcador.

- Tudo pode mudar em um intervalo de jogo. Temos cinco títulos mundiais e podemos. Vamos acreditar gente! - gritou o comerciante Flávio Aléssio, de 28 anos.

Antes do fim do jogo, torcedores já deixavam Fan Fest em Copacabana
 

Só que veio o segundo tempo e a cada gol perdido pelo Brasil, o entusiasmo diminuía. E a incredulidade cedeu lugar ao deboche.

Tanto que os gols da Alemanha passaram a ser aplaudidos. E risadas nervosas e tristes passaram a ecoar na Fan Fest.

- O que vou falar? Não acredito. Mas também com o Fred e o Hulk a gente não ia longe mesmo - Cesár Ribeiro, bancário, 33 anos.

Ao fim da partida, as reações foram as mais diversas: houve quem cantasse o hino nacional, mas também algumas vaias. Outros preferiam apoiar a Seleção para a disputa do terceiro lugar, em Brasília, no sábado.

- Daqui a quatro anos tem mais. Força Seleção. A vida continua, mas não aguento mais isso - lamentou Genilson Francisco Lopes, de 37 anos, que há 18 anos encarna o palhaço Psiu.

Incrível! Brasileiros e alemães tentam explicar goleada histórica