icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo Knopf
22/04/2014
17:53

A diretoria do Santa Cruz planeja normalmente ir a São Paulo neste fim de semana para o duelo contra a Portuguesa, marcado para 16h20 de sábado, no Estádio do Canindé, válido pela segunda rodada da Série B do Brasileirão. A possibilidade de o jogo ser cancelado momentos antes de a bola rolar, devido à batalha jurídica travada entre o clube paulista e a CBF, não assusta o Tricolor de Pernambuco.

Em entrevista ao LANCE!Net, o diretor de futebol do Santa Cruz, Constantino Júnior, afirmou que a delegação tricolor partirá de Recife a São Paulo na manhã de sexta-feira. A volta está prevista para domingo. A assessoria do clube informou que as passagens aéreas já estão reservadas.

Constantino também disse que, caso uma nova liminar favorável à volta da Portuguesa à Séria A do Brasileirão seja obtida “de última hora” e, consequentemente, o time mandante não entre em campo, o clube pernambucano espera ao menos poder realizar trabalhos físicos na capital paulista no sábado. O dirigente não “condenou” uma possível opção da Lusa por não disputar a partida, declarando que os lusitanos “estariam em busca de seus direitos”.

– A gente está tendo cuidado de analisar todo esse processo envolvendo a Portuguesa. A determinação que temos é que vai existir o jogo. O planejamento é ir para o jogo. Mas temos de nos preparar, principalmente fisicamente, caso não exista a partida. Vamos tentar realizar alguns trabalhos sábado mesmo em São Paulo – afirmou o diretor de futebol.

POSSÍVEL PREJUÍZO

Questionado sobre como o clube planeja agir se o duelo contra a Portuguesa estiver sobre risco real de não acontecer, no caso de a delegação do Tricolor já ter partido para São Paulo, Constantino avisou que a diretoria entraria em contato com a CBF para buscar ressarcimento dos custos de viagem.

– Vamos procurar que ressarçam os custos (da viagem). Vamos procurar a responsável pelo campeonato, que no caso é a CBF – comentou o diretor de futebol.

Mais de 2500 km separam Recife de Campinas (cidade onde se encontra o Aeroporto de Viracopos, destino parcial do time do Santa Cruz antes de chegar à capital paulista). Uma passagem normal, de ida e volta, para um cidadão fazer tal deslocamento sai em torno de R$ 2 mil.