icons.title signature.placeholder RODRIGO CERQUEIRA
19/06/2014
14:40

Na gelada tarde de Curitiba, a Espanha foi recebida por cerca de 30 torcedores na chegada ao CT do Caju, local de hospedagem e treinos da seleção durante a Copa do Mundo. Já eliminada da competição após derrotas para Holanda (5 a 1) e Chile (2 a 0), os atuais campeões do mundo ainda têm mais um jogo pelo Grupo B do torneio, contra a Austrália, dia 23, na Arena da Baixada. Os espanhóis tiveram uma mistura de provocação e apoio nesta quinta-feira.

Um torcedor brasileiro foi ao CT do Caju com um cartaz em tom de provocação com a seguinte frase: "Eu já sabia. Adeus, tiki-taka", em alusão ao famoso esquema de jogo da Espanha que não funcionou na Copa do Mundo.

- Não é uma provocação, claro que o futebol tem disso. Sem provocação não é futebol. Queremos que eles joguem de uma maneira mais objetiva, e que não fiquem apenas tocando a bola. Acho que esse jogo já cansou, queremos ver gols. Afinal, são ídolos. E assistimos eles pela televisão - afirmou Rafael Barbosa, de 30 anos, que foi ao CT vestido com as cores da Seleção Brasileira.

Porém, o clima no foi só de provocação entre os torcedores. Uma argentina tratou de prestar seu apoio para a maior geração de jogadores da Espanha. Afinal, ganharam tudo e dominaram o futebol nos últimos seis anos, como lembra Mercedes Rosa, de 27 anos:

Torcedora argentina dá apoio para os eliminados espanhóis (Foto: Rodrigo Cerqueira)

- Foi uma geração fantástica. Não podemos esquecer e agradecer por tudo o que fizeram no futebol. É por isso que estou aqui. Sou argentina, mas gosto de futebol e do jogo que a Espanha mostrou nesses últimos anos.