icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
17/07/2013
18:22

Um grupo de torcedores do Vasco jogou ovos na portaria dos fundos da sede da Ferj. Membros de torcidas organizadas estiveram durante a tarde desta quarta-feira em frente à entidade para protestar contra o posicionamento da torcida do Fluminense no lado direito das cabines no clássico de domingo, pelo Brasileirão.

Inicialmente, a movimentação dos vascaínos foi na porta principal e seguiu tranquila. Como a reunião demorou mais tempo que o previsto, o grupo perdeu a paciência, deu a volta e foi para os fundos. Lá, dois ovos foram atirados. Um explodiu na grade e outro em uma janela.

Em seguida, o grupo deixou o local sem causar maiores problemas.



LEIA TAMBÉM:
> Siemsen garante que torcida do Fluminense ficará no lado direito das cabines
> Organizada do Vasco convoca protesto na Ferj para reivindicar entrada pela Uerj
> Fluminense divulga venda de ingressos e tricolores vão entrar pela Uerj
> Organizada do Flu rebate protestos de vascaínos por inversão de lados no Maraca

Um grupo de torcedores do Vasco jogou ovos na portaria dos fundos da sede da Ferj. Membros de torcidas organizadas estiveram durante a tarde desta quarta-feira em frente à entidade para protestar contra o posicionamento da torcida do Fluminense no lado direito das cabines no clássico de domingo, pelo Brasileirão.

Inicialmente, a movimentação dos vascaínos foi na porta principal e seguiu tranquila. Como a reunião demorou mais tempo que o previsto, o grupo perdeu a paciência, deu a volta e foi para os fundos. Lá, dois ovos foram atirados. Um explodiu na grade e outro em uma janela.

Em seguida, o grupo deixou o local sem causar maiores problemas.



LEIA TAMBÉM:
> Siemsen garante que torcida do Fluminense ficará no lado direito das cabines
> Organizada do Vasco convoca protesto na Ferj para reivindicar entrada pela Uerj
> Fluminense divulga venda de ingressos e tricolores vão entrar pela Uerj
> Organizada do Flu rebate protestos de vascaínos por inversão de lados no Maraca