icons.title signature.placeholder Bruno Grossi e Marcio Porto
25/03/2014
20:46

No ano passado, a forte defesa do Penapolense segurou o São Paulo até os 27 minutos do segundo tempo, mas acabou eliminada nas quartas de final do Campeonato Paulista com a derrota por 1 a 0 no Morumbi. O gol foi marcado por Jaílton, contra, ao tentar cortar cruzamento do atacante Osvaldo pelo lado direito da defesa.

Na ocasião, o zagueiro deixou o gramado do Morumbi tranquilizando os torcedores de Penápolis ao dizer que a derrota havia sido acidental, confiança mantida pelo vilão de 2013 para o reencontro marcado para as 22h desta quarta-feira, com cobertura em Tempo Real do LANCE!Net.

– Confio no nosso trabalho e no que o professor Narciso fala para o grupo. No ano passado, nós criamos oportunidades e só perdemos em uma bola isolada, foi uma fatalidade. É claro que para mim será um jogo em que darei meu máximo. Não quero sair derrotado do Morumbi de novo. Não tenho espírito de revanche ou vingança, mas vamos em busca da classificação, do nosso objetivo. Tenho certeza que vamos conseguir isso com uma vitória – profetizou o defensor.

Do outro lado, Osvaldo também se apoia na confiança. O atacante recuperou a boa fase com a camisa do São Paulo após passar quase um ano sem marcar gols e colecionando más atuações. O nascimento do filho Bernardo reergueu o moral do cearense, que confia plenamento nos companheiros e no trabalho de Muricy Ramalho para garantir a vaga na semifinal.

- No começo do ano, mesmo com vitórias, o professor reuniu o grupo, falou que não estava satisfeito, que tinha muita coisa a melhorar. Agora ele já reúne o grupo para elogiar. Taticamente nosso time cresceu muito, está com a cara que o Muricy queria implantar, cara de time forte - destacou Osvaldo em entrevista exclusiva ao L!Net.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO X PENAPOLENSE

Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Hora: 26 de março de 2014, às 22h
Árbitro: Alessandro Darcie
Assistentes: Mauro André de Freitas e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Ganso; Pabon, Luis Fabiano e Osvaldo. Técnico: Muricy Ramalho.

PENAPOLENSE: Samuel; Rodinei, Jaílton, Gualberto e Rodrigo Biro; Washington, Liel, Petrus e Guaru; Neto e Alexandro. Técnico: Narciso.