icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/11/2014
12:19

Muricy Ramalho costuma dizer que os jogadores se escalam sozinhos no São Paulo. Seguindo essa filosofia, ele terá de abrir os olhos para a ascensão do garoto Boschilia, herói do Tricolor no último domingo na Arena Pantanal, em Cuiabá. O meia marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Santos e classificou o time para a Copa Libertadores de 2015.

- É uma emoção única. Marcar o gol no clássico que resultou na nossa classificação para a Libertadores me deixou muito feliz. Foi um gol importante pela vitória e, principalmente, pela vaga na Libertadores - destacou o jovem, de apenas 18 anos de idade.


O tento no San-São foi o segundo de Boschilia em menos de um ano como profissional. Antes, já havia marcado no triunfo por 3 a 2 sobre o Huachipato (CHI) nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O torneio continental, inclusive, é a próxima meta do camisa 35, que se coloca à disposição de Muricy para a vaga dos lesionados Alan Kardec e Alexandre Pato na segunda semifinal contra o Atlético Nacional (COL), às 22h de quarta-feira.

- Estou trabalhando todos os dias para, quando aparecer a oportunidade, dar o meu melhor como hoje. E para quarta-feira não será diferente. O Muricy sempre deixa claro que conta com todos os jogadores. Por isso, estou pronto para ajudar a equipe da melhor maneira possível caso ele precise de mim - projetou.

Veja os números de Boschilia contra o Santos: