icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
04/11/2014
15:14

O Ministério Público da África do Sul apelou, nesta terça-feira, contra a pena de cinco anos de prisão aplicada ao corredor Oscar Pisturius. Na semana passada, o atleta foi condenado pelo assassinato de sua ex-namorada, Reeva Steenkamp, em 2013. As informações são do site ESPN.

- Hoje anunciamos que o NPA (o Ministério Público sul-africano) apelou tanto contra o veredicto (de homicídio culposo) como da sentença (a cinco anos de prisão). A apelação é baseada apenas em questões legais - anunciou o órgão, em comunicado oficial.

O júri decidiu que Pistorius matou Steenkamp em plena consciência, mas não de forma premeditada. O Ministério Público descorda da decisão, alegando nos papéis da apelação que a sentença dada a Pistorius pelo assassinato de Reeva Steenkamp é "chocantemente leve e inapropriada" e que a mesma "não teria sido imposta por qualquer tribunal razoável".

Caso fosse condenado por homicídio doloso, Pistorius poderia pegar pena de 25 anos. Entretanto, com a pena de cinco anos, a defesa acredita que Pistorius possa cumprir apenas um sexto desse período em regime fechado e depois responder em prisão domiciliar.