icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/04/2014
11:05

Desde que se apresentou para treinar com o elenco profissional do Corinthians, Malcom não escondeu sua admiração por Emerson Sheik. Em uma de suas primeiras entrevistas coletivas, o garoto de 17 anos afirmou até se inspirar nele dentro de campo. Mas a convivência da dupla durou pouco. Tanto que o jovem lamenta, e muito, a saída do camisa 11, que atuará por empréstimo no Botafogo até o final desta temporada.

Durante um evento de Páscoa para crianças carentes no Parque São Jorge, o atacante da base ainda garantiu que vai continuar trabalhando forte para, quem sabe, ocupar a lacuna deixada pelo herói corintiano na Libertadores-2012.

- Só posso dizer que vou fazer meu trabalho. Pretendo fazer isso, mas a chance quem vai dar é o Mano. Eu procuro fazer meu trabalho e se vier a chance eu vou agarrar - disse.

- Foi muito ruim perder o Sheik. Ele ajudava para caramba o time. Fez dois gols na Libertadores de 2012 no título. Agora é trabalhar forte sem ele. Ele é um cara muito firmeza, muito humilde, gostei bastante de conversar com ele. Desejo boa sorte na carreira dele - completou.

Além de Malcom, o Timão conta com Guerrero, Luciano, Paulo Victor e Romarinho para o setor. A diretoria de futebol, no entanto, busca novos nomes no mercado. Rafael Sobis, do Fluminense, é o principal alvo atualmente.