icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
11:30

"ÔôôÔô, cadê você, cadê você..." Deles se esperava muito mais. Mas não teve show. Alguns jogadores ficaram devendo muito na Copa e entraram nessa lista de sumidos da Copa, aqueles que não pagaram ingresso, mas tiveram visão privilegiada de dentro do campo.

1 - FRED

 
Fred sofreu pênalti na estreia do Brasil contra a Croácia (Adrian Dennis/AFP)
O atacante da Seleção Brasileira, que foi apelidado de cone por alguns torcedores durante a Copa, teve participação apagadíssima na campanha, que acabou em vexame. Fred participou pouco dos jogos - por culpa dele e dos companheiros -, tendo marcado só um gol nas seis partidas em que esteve em campo. O atacante só correu 47,2 km, uma média de 7,8 km por partida. Para se ter uma noção, a média do goleiro Neuer, da Alemanha, até a semifinal, foi de 5,25 km por partida.

2 - DIEGO COSTA

 
Diego Costa sofreu um "pênalti"contra a Holanda (Javier Soriano/AFP)
Diego Costa sucumbiu com a Espanha. Artilheiro da última temporada pelo Atlético de Madrid, com campanhas de destaque na Liga Espanhola e Liga dos Campeões, o atacante passou em branco na Copa. E só não ficou desapercebido porque foi alvo de vaias a cada toque na bola. Ele esteve 126 minutos em campo e o mais produtivo que conseguiu foi cavar o pênalti do primeiro gol da Espanha na Copa, contra a Holanda. Correu menos ainda que Fred: 6,45 km por partida.

3 - CRISTIANO RONALDO

 
O gajo estava com tendinite durante o Mundial (Rafael de Souza/AFP)
A maldição sobre o melhor do mundo não falhou em mais uma Copa do Mundo. É quase uma lei: quem ganha o prêmio da Fifa antes da competição sempre se dá mal nos Mundiais. Foi assim com Messi em 2010, Ronaldinho em 2006, Zidane em 2002, Ronaldo em 1998, Roberto Baggio em 1994... E com Cristiano Ronaldo não foi diferente. Meio baleado na parte física após uma excelente temporada pelo Real Madrid, CR7 sucumbiu com Portugal na primeira fase. Ele marcou só um gol e ainda viu o time levar uma chinelada logo na estreia. De bom só o cruzamento para o gol de empate contra os Estados Unidos, que adiou a eliminação.

4 - BALOTELLI

 
Mario não foi super na Copa (Foto: Yasuyoshi Chiba/ AFP)
A Copa começou promissora para Balotelli, que fez o gol da vitória sobre a Inglaterra. Mas parou por aí. O Mundial vai marcar mais por ter sido a época em que ele pediu a namorada em casamento do que pela experiência dentro de campo. Mario foi um dos mais crucificados depois da segunda eliminação seguida da Itália na primeira fase da Copa. Ainda mais por uma chance desperdiçada no jogo contra a Costa Rica que poderia ter mudado o destino da seleção. Ele disse que queria um beijo da Rainha Elizabeth se vencesse os costa-riquenhos, mas, pelo que não jogou, mereceu mesmo é uma chinelada.

5 - FULECO

 
O mascote da Copa do Mundo não caiu nas graças do povo. Tanto que Fuleco andou meio sumido nos jogos do Mundial. Há, inclusive, vídeos na internet que mostram o tatu-bola da Fifa senso xingado pela galera.