icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
17/07/2013
15:46

O Palmeiras voltará a ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Insatisfeita com a primeira punição ao técnico Gilson Kleina e ao volante Márcio Araújo por ofensas ao árbitro Wagner Reway após a derrota por 1 a 0 para o Sport, dia 8 de junho, pela Série B, a procuradoria do STJD recorreu e avaliará novamente o caso dos palmeirenses. A sessão do pleno do tribunal (esfera em que não há mais recurso) começará às 11h desta quinta-feira.

Inicialmente, Kleina e Araújo foram denunciados por "ofensa à honra", que previa gancho de no mínimo quatro jogos e no máximo seis. O Verdão conseguiu desclassificar a ação para "desrespeito à arbitragem", e o treinador foi suspenso por um jogo e o jogador advertido. O técnico não pôde acompanhar do banco de reservas a goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, em Presidente Prudente (SP), no último dia 6 de julho. Nesta quinta, a ocorrência recomeça do zero, e a dupla pode ser punida por até seis jogos.

Caso o comandante seja punido de novo, o auxiliar Juninho comandará a equipe diante do Figueirense, no próximo sábado, às 16h20, em Florianópolis (SC), pela nona rodada da Segunda Divisão. O zagueiro Vilson poderia atuar improvisado na vaga de Araújo, e o volante Marcelo Oliveira também surge como opção. Eguren, caso regularizado a tempo, também seria alternativa. O beque Henrique já está suspenso por três cartões amarelos.

O Palmeiras está na vice-liderança da Série B, com 18 pontos. O Figueira é o quinto, com 16.

O Palmeiras voltará a ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Insatisfeita com a primeira punição ao técnico Gilson Kleina e ao volante Márcio Araújo por ofensas ao árbitro Wagner Reway após a derrota por 1 a 0 para o Sport, dia 8 de junho, pela Série B, a procuradoria do STJD recorreu e avaliará novamente o caso dos palmeirenses. A sessão do pleno do tribunal (esfera em que não há mais recurso) começará às 11h desta quinta-feira.

Inicialmente, Kleina e Araújo foram denunciados por "ofensa à honra", que previa gancho de no mínimo quatro jogos e no máximo seis. O Verdão conseguiu desclassificar a ação para "desrespeito à arbitragem", e o treinador foi suspenso por um jogo e o jogador advertido. O técnico não pôde acompanhar do banco de reservas a goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, em Presidente Prudente (SP), no último dia 6 de julho. Nesta quinta, a ocorrência recomeça do zero, e a dupla pode ser punida por até seis jogos.

Caso o comandante seja punido de novo, o auxiliar Juninho comandará a equipe diante do Figueirense, no próximo sábado, às 16h20, em Florianópolis (SC), pela nona rodada da Segunda Divisão. O zagueiro Vilson poderia atuar improvisado na vaga de Araújo, e o volante Marcelo Oliveira também surge como opção. Eguren, caso regularizado a tempo, também seria alternativa. O beque Henrique já está suspenso por três cartões amarelos.

O Palmeiras está na vice-liderança da Série B, com 18 pontos. O Figueira é o quinto, com 16.