icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/03/2014
09:55

A chuva castigou o Mineirão na goleada do Cruzeiro sobre o Minas Futebol, nesse sábado, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro. O imbróglio, entretanto, não incomoda a Minas Arena, gestora do Gigante da Pampulha.

Logo após a goleada celeste sobre a equipe de Sete Lagoas, a administradora do estádio explicou que este problema não voltará a assombrar o principal campo de Minas Gerais.

Um temporal em Belo Horizonte foi o responsável por assustar àqueles que foram assistir ao confronto do fim de semana. Pedaços da cobertura do estádio começaram a cair no gramado e em alguns setores da arquibancada.

Pessoas que trabalham na Minas Arena correram para retirar os objetos do campo e evitar o pior. Porém, segundo a Rádio Globo, havia relatos de que as calhas metálicas caíram para o lado de fora do estádio.

A chuva também assolou o gramado do Mineirão. A drenagem foi insuficiente para evitar que poças d'água aparecessem em vários espaços - principalmente em um dos gols.

O Mineirão é um dos estádios para a disputa da Copa do Mundo. O local receberá seis partidas do principal torneio de futebol, quatro pela fase de grupos, uma válida pelas oitavas de final e outra durante a semifinal.