icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2014
16:57

Apresentado na tarde desta segunda-feira no Criciúma, o meia Higor carrega consigo o peso de ser primo de um jogador muito famoso, que já foi eleito o melhor do mundo pela Fifa. Trata-se de Kaká, meia do São Paulo. No entanto, os parentes nunca se encontraram, muito menos em campo.

No dia 2 de agosto, porém, o encontro pode acontecer. Kaká pode fazer sua estreia no São Paulo e Higor já tem condições legais de atuar, só vai depender de ser relacionado pelo técnico Wagner Lopes. O encontro iria realizar um sonho do jogador do Tigre, que tem o primo como ídolo.

- Essa noite até sonhei que estava jogando no São Paulo e havia encontrado ele. No sonho, falei que era primo e que não nos conhecíamos, ele ficou surpreso e perguntou como eu estava (risos). Acho que ele é um grande jogador e um ídolo para mim. Procuro me inspirar nele, que já foi o melhor do mundo. Procuro ver vídeo dele, ver o que fez antes para que eu faça quando entrar em campo. Espero jogar contra ele, que é meu primo de terceiro grau. Nunca tive contato com ele, nunca falei com ele, só com o pai. Espero ter a chance de conhecer pessoalmente – comentou Higor.

Quando Kaká deixou o Brasil como uma aposta, para ganhar o mundo pelo Milan, Higor tinha apenas 10 anos. Agora, a condição de aposta da família caiu em cima do jovem. Higor é tratatado como uma joia no base do Fluminense, clube o qual pertencem os direitos do atleta. A intenção do Tricolor carioca é que o jogador desponte para o futebol em um clube catarinense, lembrando o que fez com Wellington Nem, em 2012, mas pelo Figueirense.

- Espero que tenha uma passagem semelhante a dele no Figueirense. Acho que no Avaí (clube que defendeu no ano passado) fui bem, tentei dar meu máximo. Meu objetivo não é voltar bem ao Fluminense, primeiro quero focar aqui. Minha meta é me alavancar junto com o Criciúma, independente se eu for voltar ou não ao Fluminense. Tenho uma oportunidade num clube grande e quero mostrar meu trabalho. A intenção é ir bem aqui e tentar algo maior até mesmo fora do Brasil. Vou brigar com unhas e dentes para realizar meu sonho de jogar num time grande da Europa – falou o jovem meia.

São Paulo e Criciúma irão se enfrentar no dia 2 de agosto, às 18h30, no estádio do Morumbi, na capital paulista.