icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
19:53

A derrota por 1 a 0 para o Coritiba, neste domingo, fechou o Campeonato Brasileiro para o São Paulo, time que brigou contra o rebaixamento no primeiro turno, mas termina a segunda parte do torneio em nono lugar e a salvo da crise instalada no Morumbi. O planejamento para 2014 havia dado passo importante no dia anterior, com as renovações de contrato do goleiro Rogério Ceni, por mais um ano, e do técnico Muricy Ramalho, até o fim de 2015.

Logo após a partida contra o Coritiba, o goleiro tricolor comentou a renovação de contrato assinada em uma sala de reuniões do CT da Barra Funda no dia anterior. No adeus a 2013, Ceni só pensa em esquecer a crise e ver o São Paulo vitorioso em 2014. O jogador ainda admitiu que seu pensamento era realmente de encerrar a carreira.

- A gente perde um pouco a perspectiva às vezes. Eu durante muito tempo tive a convicção de encerrar a carreira. Eu já vinha desde o meio do ano pensando nessa parada, mas quando se tem uma profissão é difícil abandonar. O que me fez continuar foi a chegada do Muricy, a nossa relação de longa data, o apoio do torcedor e o pedido do presidente para que eu continuasse - comentou Rogério Ceni, considerando 2013 um ano "lamentável", apesar da renovação do vínculo.

- Tenho vontade de vencer, mas temos que ter condições para isso. O jogo contra o Coritiba retrata o que foi o ano de 2013 - encerrou, já programando o próximo ano.

Coritiba vence o São Paulo e rebaixa o Fluminense