icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
09/02/2015
19:12

O segundo brasileiro a atuar na mais importante liga de beisebol do mundo (MLB), e o primeiro como arremessador, André Rienzo, realizará, nesta terça-feira, um antigo desejo de infância: acompanhar de perto um treinamento do seu time do coração, a Sociedade Esportiva Palmeiras.

O atual pitcher do Miami Marlins, que quando criança sonhou em ser jogador de futebol, vai aproveitar seus últimos dias de férias no Brasil para conhecer os jogadores e também acompanhar um treino de futebol profissional do Palmeiras, equipe que acompanhava com o pai desde pequeno.

Hoje com 26 anos e há oito morando nos Estados Unidos, Rienzo vai aproveitar a visita para conhecer especialmente o goleiro Fernando Prass, a quem admira e por conta de uma coincidência: até a temporada passada usava o mesmo número de Prass, 25.

Natural de Atibaia, interior de São Paulo, Rienzo começou a jogar beisebol com quatro anos em sua cidade, levado pela sua mãe, que praticava softbol e era admiradora da disciplina da cultura japonesa.

Em 2006, aos 18 anos, assinou contrato com o Chicago White Sox. Começou a atuar nas ligas menores e seguiu para a academia White Sox, na República Dominicana. Em 2013, o brasileiro participou de uma seleção para um jogo da MLB All-Star Futures.

Rienzo fez sua estreia na Major League em julho de 2013 contra o Cleveland Indians, equipe do também brasileiro Yan Gomes. Ele é o segundo jogador brasileiro (após Yan Gomes) e primeiro pitcher do país a jogar nas ligas principais. No final desta temporada 2014, Rienzo foi negociado pelos White Sox para o Miami Marlins.

André foi um dos principais arremessadores da Seleção Brasileira que ganhou um lugar no Mundial de 2013 - Baseball Classic, após uma pré-eliminatória emocionante em 2012, em que os brasileiros bateram países tradicionais como a Colômbia e o anfitrião, Panamá. No mundial, enfrentou seleções do porte do Japão, Cuba e China.