icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/02/2015
18:56

Após o empate sem gols com o Mogi Mirim, pela segunda rodada do Paulistão, fora de casa, o Santos será mandante em seu próximo desafio, diante do Red Bull, no domingo, às 19h30. No entanto, a partida será realizada em São José do Rio Preto, no estádio Teixeirão, já que o clube vendeu o mando. A alteração preocupa os jogadores da equipe por conta das condições do gramado do local.

Em Mogi Mirim, no estádio Romildão, o técnico Enderson Moreira e diversos atletas reclamaram do gramado pesado. Prevendo mais dificuldades no interior, o zagueiro David Braz faz um alerta.

- A informação que temos é de que o campo é parecido com o de Mogi. Se não der para colocar a bola no chão, a gente vai ter que se adaptar. Contra o Mogi Mirim, a gente tinha que colocar a bola na frente e fazer com que o adversário corresse contra o gol deles. Vamos disputar a segunda bola para ter mais oportunidades - disse o camisa 14.

Buscando ajudar o ataque, Braz se habilita para dar lançamentos ao setor ofensivo.

- Eu vejo gente falando que eu dou chutão, mas sempre que eu jogo na frente, é para um dos nossos atacantes. Contra o Mogi, eu dei um lançamento para o Thiago, que parece que ele sofreu um pênalti - comentou.