icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2014
12:57

Há oito anos, foi dele o único gol do Brasil na estreia da Copa do Mundo diante da Croácia. Em 2006, Kaká era o títular do meio de campo brasileiro, mas como todo o time naquela competição caiu de rendimento. Segundo a coluna De Prima, foi esse o motivo do jogador não ter sido convocado para disputar a Copa do Mundo do Brasil.

Naquela primeira partida de 2006, além de marcar o gol da vitória, Kaká foi escolhido como o homem do jogo pela Fifa. Diante da Austrália, na segunda rodada, também teve um desempenho satisfatório. Mas, assim como toda a Seleção Brasileira, caiu de rendimento e não foi bem contra o Japão, apesar do resultado.

Diante de Gana, já pelas oitavas de final, Kaká foi atingido no joelho direito, o que comprometeu sua atuação. No jogo da eliminação, contra a seleção francesa, também não apresentou um bom futebol e foi substituído por Robinho durante o segundo tempo.

Entre 2006 e 2014, o agora atleta do Orlando City (EUA), viveu o seu ápice e o seu declínio. No ano de 2007, enquanto atuava na Itália, marcou dez vezes na campanha do título do Milan na Liga dos Campeões e foi eleito como melhor jogador do mundo.

Entretanto, no Real Madrid (ESP), em 2009, não conseguiu repetir o bom desempenho que teve jogando na Itália.

Antes da Copa das Confederações, Felipão chegou a convocar Kaká para os amistosos contra Itália e Rússia em Março de 2013. Entretanto, a Seleção que entrou em campo e conquistou a competição tinha Oscar, titular da Copa-2014, e Jadson, como principal reserva.