icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/04/2014
13:09

Uma assistência e dois gols marcados no Campeonato Mineiro de 2014 foram o máximo que Diego Tardelli conseguiu neste início de temporada. Preocupado com o jejum de gols e principalmente as más atuações, o camisa 9 do Galo quer usar a partida desta quinta-feira, contra o Nacional de Medellín, como jogo do ano e da recuperação individual e coletiva. Uma boa vitória sobre os colombianos deixa o Atlético-MG vivo na luta pelo bi da Libertadores. Para o jogador, os jogadores não poderiam ter oportunidade melhor para se motivarem.

- Acho que a gente está bem confiante para quinta-feira. A gente sabe que a fase não está boa. Mas temos um grupo de jogadores experientes, sabem do momento da equipe. E temos confiança em conseguir um resultado positivo - falou o jogador.

Após perder a partida de ida das oitavas de final por 1 a 0, o Atlético-MG encara seu momento mais importante em 2014 até o momento. Vice campeão do estadual, o time pode 'perder' o primeiro semestre da temporada se deixar precocemente a Copa Libertadores.

- Temos que vencer e convencer a torcida e nós mesmos. Quinta-feira é o jogo do ano - definiu Tardelli, que assim como Levir Culpi, espera novamente a ajuda do Horto e da Massa atleticana para fazer mais uma vítma no Independência.