icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
07/11/2013
06:01

Pressionada pela falta de títulos neste ano e a ausência de um ídolo no time desde a venda de Neymar, a diretoria do Santos planeja a contratação de um grande nome para 2014. Mesmo alegando que tem problemas financeiros, o Peixe está disposto a investir em um jogador de peso, que chegue para ser titular e acalme os ânimos da torcida.

Este atleta será um meia ou um atacante, posições mais carentes do elenco. A cúpula alvinegra já estuda alguns nomes, mas os mantém em sigilo. Ainda não há negociações.

– A gente trabalha com posições, não nomes. Estamos olhando o mercado, mas é cedo para falar – limita-se a dizer o superintendente de esportes santista, André Zanotta.

Diferentemente do que aconteceu nos últimos anos, o clube pretende fazer poucas contratações. Para reduzir custos, a ideia é dar poucos e certeiros tiros. Isso passa também pela redução do elenco, que atualmente tem 38 jogadores. Como revelado pelo LANCE!Net no mês passado, a diretoria quer reduzir o grupo a 28 atletas e, quando preciso, utilizar a base.

Apesar da ideia de contratar um grande nome, o Peixe não quer gastar muito. Para isso, busca boas oportunidades, como jogadores que podem ser emprestados ou que estão próximos do fim do contrato.

A Teisa (Terceira Estrela Investimentos) será uma aliada do clube neste objetivo. A parceira tem R$ 5 milhões em caixa, mas acredita que pode dobrar a quantia até o fim do ano. Porém, os investidores estão dispostos a apostar apenas em atletas com potencial de revenda e não irão gastar com medalhões.

O último grande nome contratado pelo Santos foi Montillo, em janeiro, por cerca de R$ 16,4 milhões.