icons.title signature.placeholder Bruno Andrade, Felipe Bolguese e Maurício Oliveira
10/02/2015
15:10

Novo presidente, novos diretores. O Corinthians está perto de anunciar uma grande mudança nos bastidores. Com a vitória de Roberto de Andrade na eleição presidencial em cima de Antônio Roque Citadini no último sábado, a diretoria alvinegra será renovada quase que por completo.

Ronaldo Ximenes (Futebol Profissional) Fernando Alba (Futebol Amador), Raul Correa da Silva (Finanças), Carlos Ojeda (Patrimônio), Fausto Bittar (Esportes Terrestres), Elie Werdo (Administrativo), Luiz Alberto Bussab (Jurídico), Izael Sinem Júnior (Marketing) e Flávio Ferreira (Cultura) deixarão a direção. Apenas Oldano Carvalho (Esportes Aquáticos) seguirá no cargo, por causa da proximidade dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.. Também saiu o assessor de imprensa Guilherme Prado, substituído pelo jornalista Fábio Seródio, ex-repórter da Rádio Jovem Pan.

O LANCE!Net apurou que Roberto de Andrade avisou na semana passada todos aqueles que serão destituídos e já definiu praticamente todos os novos nomes que ajudarão a comandar o clube. O departamento de futebol e o departamento de finanças são os únicos dois setores que ainda estão sem um diretor encaminhado.

- Deixei de ser ser diretor no último sábado, data da eleição. Foi um período excelente, passei sete anos no terceiro cargo de maior pressão do Corinthians, não é fácil. Acho que contribuí muito, sou corintiano e vou continuar ajudando até porque o meu grupo (Renovação e Transparência) é o que venceu as eleições - afirmou Raul Correa da Silva, do Financeiro, ao LANCE!Net.

- Quando eu fui convidado pelo Mário Gobbi, aceitei ser diretor para ajudar o Corinthians, então é ao clube que eu sirvo. Não pedi para ocupar o cargo, como não vou pedir para continuar. Se o clube considera que tem de trocar, ótimo também - declarou Izael Sinem Júnior, do Marketing, ao LANCE!Net.

- Tem alguns projetos encaminhados, mas o corpo do departamento é muito profissional, competente, pode tocar tranquilamente. Mesmo a renovação de contrato com a Caixa é uma questão de detalhes que serão resolvidos sem problemas - completou Sinem Júnior.

Para o lugar de Ronaldo Ximenes no futebol profissional, Duílio Monteiro Alves, ex-diretor adjunto e que hoje mora em Miami (EUA), e Fernando Alba, atual diretor da base, são cogitados. Mas, qualquer que seja o substituto, ele trabalhará sob a influência do ex-presidente Andrés Sanchez (2007/2011), que tem participado das últimas contratações.