icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2013
13:42

O presidente do Porto, Pinto da Costa, não perdeu a chance de provocar o rival Benfica. Em discurso proferido no Centro Português de Caracas, na Venezuela, o dirigente soltou uma pérola ao falar sobre o gol de Kelvin, contra os Encarnados, que garantiu o título português da última temporada.

- Foi um momento tão especial que lhes vou dar uma notícia em primeira mão: o papa Francisco quer incluir na sua visita a Portugal uma ida ao Estádio do Dragão, para ver onde Jesus se ajelhou - disse Pinto da costa, se referindo ao momento em que o técnico do Benfica, Jorge Jesus, caiu de joelhos após o gol de Kelvin.

Pinto da Costa também disse que o gol do título "mudou" a mentalidade de muita gente no futebol português.

- Aqueles sete segundos desde o passe do Moutinho até o gol de Kelvin mudaram muita coisa. De fato, mudou a mentalidade de muita gente que, antecipadamente, se julgava vitoriosa e que se esquece que os outros lutam até o fim - afirmou o presidente do Porto.

O presidente do Porto, Pinto da Costa, não perdeu a chance de provocar o rival Benfica. Em discurso proferido no Centro Português de Caracas, na Venezuela, o dirigente soltou uma pérola ao falar sobre o gol de Kelvin, contra os Encarnados, que garantiu o título português da última temporada.

- Foi um momento tão especial que lhes vou dar uma notícia em primeira mão: o papa Francisco quer incluir na sua visita a Portugal uma ida ao Estádio do Dragão, para ver onde Jesus se ajelhou - disse Pinto da costa, se referindo ao momento em que o técnico do Benfica, Jorge Jesus, caiu de joelhos após o gol de Kelvin.

Pinto da Costa também disse que o gol do título "mudou" a mentalidade de muita gente no futebol português.

- Aqueles sete segundos desde o passe do Moutinho até o gol de Kelvin mudaram muita coisa. De fato, mudou a mentalidade de muita gente que, antecipadamente, se julgava vitoriosa e que se esquece que os outros lutam até o fim - afirmou o presidente do Porto.