icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/04/2014
21:41

A Justiça do estado de Santa Catarina revogou nesta quarta-feira a prisão preventiva de Jefferson Helmann e Bruno Pereira Ribeiro. Eles são os dois últimos presos envolvidos na barbárie da Arena Joinville, no dia oito de dezembro do ano passado, na partida entre Atlético-PR e Vasco, pela última rodada do Brasileirão. Com esta decisão, todos os 25 detidos pelo confronto entre torcidas estão nas ruas.

Bruno Pereira Ribeiro, conhecido como Bruno Fet, é o presidente da Força Jovem do Vasco, maior torcida organizada do Gigante da Colina. Através de seu site oficial, a diretoria da Força Jovem comemorou a liberdade de seu presidente e citou uma passagem da bíblia.

Confira o texto:

"O G.R.T.O. Força Jovem do Vasco vem através da sua diretoria informar publicamente aos seus sócios, membros e componentes que a tão esperada e aguardada LIBERDADE chegou!

O nosso Presidente Bruno Fet está retornando para a sua casa, sua Família e toda a FJV está esperando de braços abertos!

O nosso amigo e Líder da FJV 28ª Família Jefferson também está em liberdade, estamos completos, FJV em festa!!

Como diz um Salmo da Bíblia Sagrada: "O jejum que me agrada é este: libertar os que foram presos injustamente, livrá-los do jugo que levam às costas, pôr em liberdade os oprimidos, quebrar toda a espécie de opressão, então, a tua luz surgirá como a aurora, e as tuas feridas não tardarão a cicatrizar-se. A tua justiça irá à tua frente, e a glória do SENHOR atrás de ti. Então invocarás o SENHOR e Ele te atenderá, pedirás auxílio e te dirá: Aqui estou!"

Apesar de estarem livres do presídio de Santa Catarina, os dois torcedores, e os outros 23, ainda serão julgados e responderão em liberdade pelos crimes em que foram denunciados. Eles terão também que cumprir medidas estabelecidas pela Justiça, como comparecer à delegacia duas horas antes e duas horas após os jogos do Cruz-Maltino e manter uma distância de até 500 metros de qualquer praça desportiva.

A briga generalizada deixou quatro pessoas hospitalizadas, sendo duas em estado grave. Porém, não houve nenhum óbito ou grandes sequelas.