icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/11/2013
12:04

Não são apenas os clubes da Espanha que se queixam das arbitragens no país. Javier Tebas, presidente da Liga de Fútbol Profesional (LFP), órgão que controla o Campeonato Espanhol, garantiu que está preocupado com os erros recentes que estão acontecendo no torneio. Para ele, é necessário haver uma ampla conversar para ver como a LFP deve tratar os seus árbitros profissionais.

- Os erros me preocupam. Não se pode dizer como na medicina, em que erram os médicos e os pacientes morrem. Mas me preocupa e creio que devemos iniciar um debate não sobre se são bons ou ruins, pois creio que todos trabalhem com a máxima dedicação, mas sim sobre como devemos trabalhar de forma correta a arbitragem profissional - disse Javier Tebas à agência Efe.

O dirigente lembrou ainda que ser árbitro é difícil, mas que isso não deve ser usado como desculpa. Ele ainda elogiou a postura dos juízes.

- Da dedicação dos árbitros profissionais, não posso me queixar, mas posso de alguns que erram. Temos que reduzir o erro. Não podemos nos conformar dizendo que é difícil, todas as profissões são difíceis - concluiu.