icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
22:58

O Internacional levou um gol em impedimento, quando vencia a partida contra o Goiás. Mas o rendimento colorado não foi dos melhores no Serra Dourada, no 3 a 1 que recolocou os goianos dentro do G4. O presidente Giovanni Lugii até colocou o porém dos problemas de arbitragem, mas foi claro: o desempenho em campo está abaixo do esperado.

- Preciso reconhecer o mau momento da equipe. Temos que reconhecer, a equipe passa por um momento tecnicamente que não é bom. Logicamente que existem fatores que pioram esse momento. Intranquilidade, a questão da arbitragem, tivemos um prejuízo grande contra o São Paulo. Hoje os atletas afirmaram no intervalo que não conseguiam conversar com o árbitro - destacou Giovanni Luigi.

E MAIS
> Clemer engrossa discurso contra a arbitragem
> De virada, Goiás engole o Inter no Serra Dourada
> Colorados reclamam de árbitro: 'Até quando vão roubar o Inter?'

Outro ponto que trouxe reclamação aos jogadores colorados foi a expulsão de Rafael Moura. O centroavante reclamou até receber dois cartões amarelos e ser expulso. Luigi chegou a afirmar que a expulsão do centroavante foi "imperdoável".

- Antes de mais nada, era importante destacar que a equipe não foi bem. Poderíamos ter sustentado ou ampliado o resultado no primeiro tempo. Tivemos a expulsão, é imperdoável, mas é um somátório de erros da arbitragem que fizeram que os jogadores se excedessem - avaliou Luigi.