icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
18/02/2015
16:07

O elenco do Internacional desembarcou na manhã desta quarta-feira com o peso da derrota por 3 a 1 para o The Strongest, na estreia da Libertadores, na bagagem. O revés não foi bem recebido pelos colorados não só pelo placar, mas como foi a atuação do time, que começou o jogo desorganizado e levou dois gols logo no início. Porém, o presidente do clube, Vitorio Piffero, tratou de descartar qualquer risco de queda do técnico Diego Aguirre.

- Temos apenas 15 dias de trabalho, vamos com calma – disse ao jornal Zero Hora Vitorio Piffero, que fez um alerta sobre o resultado da Bolívia.

- Temos que evoluir mais, como evoluímos no segundo tempo. E achar a configuração ideal, que talvez não seja ainda esta aí. Temos um elenco muito bom e a obrigação de melhorar. O time do segundo tempo (sem Anderson e com Vitinho), até os 30 minutos, foi bem. Depois, acabou a perna mesmo. Aos 30 minutos do primeiro tempo, já estava 2 a 0. E ainda bem que ficou só no 2 a 0. Até os 30, não jogamos nada. Depois, equilibramos. Temos que ganhar os jogos em casa – opinou o mandatário.

O técnico Diego Aguirre analisou a atuação do Inter na derrota desta terça-feira. Segundo ele, o time precisa conquistar 100% de aproveitamento dentro de casa para não se complicar no Grupo 4 da competição.

- Tomamos dois gols em 15 minutos, não é bom para ninguém. Custamos a entrar no jogo outra vez. No começo do segundo tempo, mostramos alguma coisa. E concordo plenamente: temos que ganhar todas em casa – disse o treinador colorado.