icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
29/07/2014
11:32

O presidente Fábio Koff viajou para São Paulo para tentar a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari. Com relação antiga com o treinador, o mandatário gremista foi negociar e demover o amigo da ideia de não treinar até o segundo semestre deste ano. O acerto pode ocorrer ainda hoje.

Depois de cogitar a contratação de Tite, o Grêmio mira seus olhos para o seu ex-comandante. Sabella e Tata Martino estiveram entre as cogitações, mas não querem trabalhar em 2014. E o Tricolor passou a olhar para o ex-técnico do Brasil.

A ideia inicial de Felipão era também não trabalhar no segundo semestre de 2014, segundo o seu assessor de imprensa, Acaz Felleger, até para acompanhar o nascimento de seu neto em Portugal. No entanto, a relação com o Tricolor e com Koff seriam os trunfos para modificar este quadro.

Felipão deixou a Seleção Brasileira com a marca de ter levado 7 a 1 da Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. O treinador tem história com o clube gaúcho, com as conquistas da Libertadores de 95 e do Brasileirão de 96. Foi com Koff que Scolari começou sua caminhada no clube, após sucesso no Criciúma.