icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
18:00

Diferente do técnico Claudinei Oliveira, o presidente do Goiás pareceu não entender as vaias que a torcida esmeraldina destinou ao meio-campo Carlos Alberto no último domingo, na primeira partida da final do Goiano, contra o Atlético-GO.

- As vaias, durante o jogo atrapalham o jogador. Deveriam ter sido guardadas para os túneis. E devemos levar em conta que ele jogou fora de sua posição original, isso pesa na hora de avaliar o desempenho dele. Ele me agradou muito na última semana. Ficou devendo (contra o Atlético-GO), mas tem todos esses detalhes - afirmou Sérgio Rassi.

Carlos Alberto entrou durante a partida e não agradou os alviverdes, que não perdoaram o meia e logo começaram a vaiar. A partida terminou empatada e Verdão ainda possui vantagem no confronto para se sagrar campeão.