icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
18/02/2015
15:07

O presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, está acompanhando a delegação do Galo em Santiago (CHI), onde a equipe mineira faz a estreia na Libertadores contra o Colo-Colo. Em entrevista à ESPN Brasil, o mandatário avaliou como positiva os primeiros meses no cargo e negou uma possível saída de Carlos e a volta de Bernard.

- Não houve propostas. Quando enfrentamos o Shakhtar falei ao Bernard que ele poderia voltar quando quisesse e se estivesse insatisfeito, seria o primeiro a tentar repatriá-lo. Com relação ao Carlos os diretores fizeram algumas consultas, o nome dele foi mencionado, mas nada demais. Não houve qualquer formalização. Contamos com o Carlos - explicou o dirigente, que fez um balanço da gestão.

- Vejo como dois bons meses. Conseguimos manter quase o time todo, vencemos poucas peças e chegaram reforços importantes. O fim do ano passado foi complicado, mas a diretoria se uniu e com o apoio do Alexandre Kalil conseguimos superar certas dificuldades - declarou.

No possível interesse do Shakhtar Donetsk (UCR) em Carlos, Bernard poderia ser envolvido e retornaria ao Galo. No entanto, Daniel Nepomuceno fez questão de afirmar que não existe qualquer situação envolvendo os dois jogadores.

Com nove pontos, o Atlético-MG é o líder do Campeonato Mineiro e nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília) tenta começar a caminhada na Libertadores com o pé direito.