icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
05/12/2013
19:13

O presidente da Ferj, Rubens Lopes, que já disse haver ações no futebol brasileiro para prejudicar os clubes do Rio, voltou a insinuar que algo "entre o Céu e a Terra" pode ocorrer na última rodada do Brasileirão e causar o rebaixamento de Vasco e Fluminense.

- Nenhuma hipótese pode ser descartada, e entre o Céu e a Terra tem muito mais coisa do que possamos imaginar - disse Rubinho, que citou como exemplo o pênalti a favor do Criciúma na rodada passada contra o São Paulo, que definiu a queda de, ao menos, um dos dois cariocas:

- Qualquer míope, cego de um olho ou desatento, veria aquele impedimento que a moça (Katiuscia Berger Mendonça) deixou passar. Se seu filho for apitar o jogo ou bandeirar, vai ver o impedimento. Estranhamente é bandeira do Espírito Santo, um cabo eleitoral do presidente da CBF.

Aproveitando o gancho relacionado à Federação capixaba, Rubens Lopes emendou uma crítica ao árbitro escolhido para atuar no São Paulo x Coritiba, que também será decisivo para o futuro de Flu e Vasco.

- Teremos um árbitro que saiu do Rio de Janeiro por não conseguir espaço, chamado Pablo (dos Santos Alves), foi para o Espírito Santo e virou aspirante ao quadro da Fifa. Ele, sendo aspirante, vai apitar um jogo como árbitro titular e o quarto árbitro é um árbitro Fifa (Nota da redação: na verdade, André Luiz Freitas Castro é do quadro especial) - disse o presidente da Ferj, ressaltando o parentesco do juiz com um membro da CBF:

- Esse Pablo é filho de Paulo Jorge Alves, um dos membros da comissão de arbitragem da CBF. Ele vai atuar nesse jogo de vital importância. Entenda como você quiser.

Rubens Lopes ainda adicionou a lista a presença de Sérgio Corrêa e Nilson Monção como delegados do jogo do São Paulo. O primeiro é chefe do departamento de arbitragem da CBF e o segundo é instrutor de árbitros da entidade.