icons.title signature.placeholder Bruno Andrade, Eduardo Mendes e Igor Siqueira
16/04/2014
10:51

Mauro Carmélio, presidente da Federação Cearense de Futebol, foi contra a decisão do Icasa de entrar na Justiça comum contra a CBF. Paes de Lira, presidente do time cearense, que obteve uma liminar que lhe garante uma vaga na Série A do Brasileirão, chegou a pedir conselhos de Carmélio no início do imbróglio..

- Antes de entrarem na Justiça, eles (Icasa) me procuraram, pediram minha opinião. Eu sugeri que não entrassem na Justiça, mas eles resolveram entrar, é um direito deles. Sou totalmente contra um clube de futebol entrar na Justiça comum. Agora, vamos ver no que vai dar - declarou Carmélio, que acredita que a entidade máxima do futebol brasileiro vai conseguir derrubar a liminar do Icasa.

Conforme o LANCE!Net publicou na última terça-feira à noite, A CBF já fez a articulação necessária para derrubar a liminar que coloca o Icasa na Série A. A entidade agiu rápido diante da necessidade de não ter interferência na competição a tão pouco tempo do início - começa no próximo sábado - e deve ter sucesso no recurso ainda nesta quarta-feira.

O Icasa reclama que o STJD não denunciou o Figueirense por entender que o time catarinense escalou de forma irregular o volante Luan. No começo de fevereiro, o time cearense levou o caso à Justiça Desportiva, mas não teve o pleito aceito. A argumentação da procuradoria-geral da corte foi que o "crime" estava prescrito, já que o jogo colocado em xeque aconteceu em maio de 2013.