icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
22/11/2013
16:15

A solicitação partiu da chapa de oposição "O Fluminense Somos Todos Nós", do candidato Deley., o presidente do conselho deliberativo, Braz Masullo, a princípio, viu a possibilidade de forma positiva, contudo, em nova reunião ocorrida nesta sexta-feira, ficou decidido que o sócio-futebol não será vetado de entrar no Fluminense neste sábado, dia da eleição para presidente.

Um dos motivos de preocupação para o departamento jurídico do clube é que o veto à entrada no Flu para a categoria de associados na modalidade futebol seria ilegal, uma vez que, por contrato, estes associados têm o direito de acessar as dependências do Tricolor relativas ao setor. Naturalmente, a proibição, mesmo que em caráter excepcional, abriría precedente para processos.

Cabe ressaltar que o sócio-futebol, assim como contribuintes e proprietários que não tenham um ano de associados, ainda não podem votar. A diferença é que a carência para o primeiro grupo é ainda maior, isto é, dois anos para exercer o voto, mas nada impede que todos estejam no Fluminense no dia da eleição apoiando suas preferências.

O pleito no Fluminense acontecerá entre 9h e 18h do próximo sábado, quando será definido o presidente para o próximo triênio. O embate ocorrerá entre as coligações “Orgulho de Ser Tricolor” e "O Fluminense Somos Nós”, de Peter Siemsen e Deley, respectivamente.