icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/04/2014
10:09

Após a retranca formada por José Mourinho nos últimos jogos, a imprensa europeia, apelidou a tática do Chelsea de "estacionar o ônibus". Antes do jogo decisivo entre os Blues e o Atlético de Madrid pela semifinal da Liga dos Campeões, Enrique Cerezo, presidente do clube espanhol, provocou o adversário, dizendo não ter visto nenhum ônibus em Londres:

 - Sempre nos damos bem neste tipo de partida (eliminatória). Não será fácil, mas vamos vencer porque queremos estar no dia 24 em Lisboa (a final será no Estádio da Luz). Desapareceram cinco ônibus de dois pisos em Londres e acredito que apareceram no Chelsea - brincou o mandatário colchonero, que ainda disse gostar da ideia de transferir a final para Madri, caso seu time passe:

 - Não vi o jogo do Real Madrid, estava jantando com os dirigentes do Chelsea. Preferia que tivesse passado o Bayern de Munique porque temos contas a acertar com eles (o Atlético perdeu sua única final de Liga dos Campeões para os bávaros, em 1974), mas ganhou e passou o Real Madrid. Se conseguirmos eliminar o Chelsea seria uma final madrilenha muito bonita em Lisboa. Temos jogado várias finais com eles e, se quiserem, até jogamos a final no Bernabéu.