icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
20:45

Depois da grave lesão sofrida na partida contra o Santos, Juninho afirmou que aquele poderia ser o último jogo da sua carreira. Ele tem dito que só tomará a decisão de continuar ou não (e, naturalmente, renovar ou não seu contrato, que vence no fim deste ano) em janeiro, mas conta com apelos de torcedores e da diretoria para permanecer. E o preparador físico da equipe, Daniel Gonçalves, foi mais um a afirmar que o meia tem condições de disputar o Carioca do ano que vem.

- A gente acredita que sim. Iremos verificar como será o início da pré-temporada, se ele conseguirá realizá-la normalmente ou se ainda terá restrições por conta da lesão. Acreditamos que ele possa fazer parte do grupo para o Estadual, o futebol está habituado a ver o Juninho - afirmou o preparador, ao Caldeirão Vascaíno.

E MAIS:
> Embora tenha aumentado o preço, Vasco teve lucro menor contra o Cruzeiro
> Federação Baiana pede explicações à CBF sobre 'caso Júlio Baptista'

Daniel Gonçalves comentou ainda a situação do meia Bernardo, que ainda não tem condições de disputar uma partida inteira, e falou sobre outros dois atletas em processo de recuperação:

- Bernardo não está 100%. Ele vem de uma lesão grave e retornou até antes do previsto. Requer ainda questões de ordem física, está apto a jogar, pelo menos, 30 minutos. Como ainda está sem ritmo de jogo, seria uma exigência demasiada colocar o jogador em campo para decidir - disse, antes de concluir sobre Dakson e Rodolfo:

- O Dakson teve uma lesão muscular grave, uma ruptura muscular na origem, lá no tendão, lesão grau 3, que demora em média três meses. Não só o Vasco, mas outras equipes tiveram um número de lesões desse tipo além do habitual. A expectativa para o Dakson é que só volte em 2014. Já o Rodolfo vinha trabalhando com bola normalmente (para um atleta que vinha de inatividade, problemas de ordem muscular podem acometer o atleta), mas ele teve um problema que fez com que não evoluísse nas últimas semanas. A expectativa para o Rodolfo também é 2014.