icons.title signature.placeholder Bruno Rodrigues
05/12/2013
08:01

A opinião de elenco e comissão técnica sobre a continuação ou não de Rogério Ceni em 2014 parece ser unânime: todos os que se pronunciam a respeito querem ver o capitão são-paulino dentro das quatro linhas na próxima temporada. E com o preparador de goleiros e fiel escudeiro do camisa 01, Haroldo Lamounier, não é diferente.

Se o presidente Juvenal Juvêncio o chamasse na sua sala no Morumbi e pedisse sua opinião sobre a permanência do ídolo tricolor, Haroldo não titubearia na frente do mandatário.

– Eu falaria (que sim, pode continuar), porque eles acompanham o dia a dia nosso aqui. O Juvenal acompanha, os diretores acompanham, a imprensa acompanha... Em momento algum eu hesitaria em ir lá, conversar com o Juvenal e falar para ele ficar mais um ano. Ele está apto a jogar profissionalmente em alto nível por mais um ano ou dois – disse o preparador, em entrevista ao LANCE!Net no CT.

Desde 2003 trabalhando quase que diariamente com o goleiro, Haroldo acredita na capacidade física e técnica de Ceni para seguir desempenhando sua função na meta são-paulina. De acordo com ele, o trabalho desenvolvido nessa última década foi fundamental para que Rogério chegasse bem aos 40 anos.

– O atleta em si já tem uma ciência de qual é o seu limite. E o Rogério tem essa ciência de qual é o limite dele. Nunca ultrapassou esse limite. A gente procura trabalhar para que ele possa ter um desempenho bom. E está dando certo, ele está aí na idade que está fazendo as mesmas coisas que fazia quando eu cheguei. Só diminuiu um pouco a carga de treinamentos, mas em compensação está sendo mais utilizado nos jogos. Isso está dando um handicap muito grande para que possa continuar. Isso depende dele agora – completou.

Se falta algo no que remete à continuação de Ceni em 2014 é a confirmação dele próprio, pois vontade de vê-lo por mais tempo em campo parece não faltar.