icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/11/2014
12:15

Pensamento otimista! É assim que os rubro-negros devem estar após Antônio Mello, preparador físico do Flamengo, afirmar que existe a possibilidade de Everton e Gabriel enfrentarem o Atlético-MG, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela partida de volta das semifinais da Copa do Brasil. De acordo com o profissional, os jogadores tiveram apenas contraturas leves, que podem ser resolvidas com tratamento ou até mesmo no próprio treino.

- Nós sofremos um processo de fadiga por conta do excesso de jogos. Tivemos, em 65 dias, 20 partidas. Essa sobrecarga predispõe a fadiga muscular, que é um cansaço do musculo que se espalha. Ele é perigoso porque pode ocorrer uma lesão. A lesão que consideramos grave seria a ruptura muscular, na qual ocorre o vazamento de sangue. Com isso, não há chances de jogo. Porém, a contratura leve você consegue controlar com tratamento ou até treinamento. Você consegue colocar o atleta em campo - explicou Antônio Mello, nesta quarta, ao canal ESPN.

Everton sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda, no primeiro jogo contra o Galo. Já Gabriel deixou o campo mais cedo no último domingo, contra a Chapecoense, com um desconforto muscular. No último treino antes do duelo de logo mais, Vanderlei Luxembrugo fez mistério e escondeu a atividade tática no Ninho do Urubu. Com isso, os jornalistas só puderam ver que a dupla apenas correia ao redor do gramado.

Atlético-MG e Flamengo entram em campo às 22h, no Mineirão, em Belo Horizonte. Para alcançar uma vaga na final da Copa do Brasil, o Rubro-Negro pode perder até por um gol de diferença, ou até por dois, caso marque uma vez no Mineirão.