icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
30/07/2013
11:14

Após a derrota para Chris Weidman no UFC 162, onde perdeu o cinturão do UFC, Anderson Silva chegou a declarar que estava cansado do posto de campeão e que a idade estava pesando em sua carreira de lutador de MMA. Passado o calor do momento e para a felicidade dos fãs brasileiros, Spider voltou atrás e terá sua revanche contra o americano pelo título dos médios no dia 28 de dezembro, em Las Vegas. Se esse é o próximo passo do atleta dentro do octógono, o LANCE!Net quis desvendar o caminho de Anderson fora das lutas. O temido lutador estreará no cinema nacional como ator no filme "Até que a Sorte nos Separe 2".

Para quem se pergunta o quê o atleta planeja no mundo do cinema, Anderson Silva pretende se tonar ator após encerrar sua carreira no MMA. Embora ainda apresente plenas condições de seguir durante muitos anos no esporte, Spider já cuida de seu futuro. O L!Net conversou com Luiz Mario Vicente, renomado preparador de atores que está treinando o lutador para ingressar no mundo das artes (não marciais).

- Anderson está acostumado a fazer muita propaganda. Ele tem esse domínio da câmera, do set... Ele se mostra um ator em potencial, pois tem muita sensibilidade, dedicação, disciplina, que são fundamentais para quem quer pensar em ser ator. Só força de vontade, não adianta. Ele precisa ter esses elementos, que o Anderson já possui. Agora, é desenvolver - disse Luiz Mario, que começou o trabalho com Anderson em outubro do ano passado.

O diretor e preparador de atores dá aula de atuação para Anderson Silva nas brechas que o lutador encontra em sua agenda lotada de compromissos. Porém, os encontros foram intensificados nas últimas semanas já que o atleta começou a gravar no último dia 19 sua participação no filme "Até que a Sorte nos Separe 2". As gravações estão acontecendo no Rio de Janeiro e depois irão para Las Vegas. Luiz explicou como será a primeira aparição de Spider nos cinemas como ator e alertou que é apenas um começo. O lutador ainda está longe de "competir" com papéis como o de Leandro Hassum, protagonista do longa-metragem.

Anderson Silva pretende se tornar ator após a carreira no MMA (FOTO: Divulgação)

- É uma participação significativa dentro do filme. São varias sequências. Se trata de uma participação que acontece durante todo o filme. Não é só uma cena. É decorrente. Uma participação que está diretamente ligada na trama principal do filme. Não é uma figuração de luxo. Longe disso. O papel do Anderson está diretamente ligado à resolução final da trama. É uma participação importante, mas não é um personagem grande - revelou o diretor.

 Filme atingiu um público de 3,5 milhões de pessoas e foi sucesso em 2012

Confira um bate-papo com Luiz Mario Vicente
Fala um pouco mais dessa participação do Anderson no filme "Até que a sorte nos Separe 2"...

É uma participação que, mesmo sendo num filme de comédia, o Anderson representa um personagem que não entra tanto nesse viés do humor que o Leandro Hassum tem. Ele não chega a ser um personagem engraçado, mas a composição do que foi montado acaba ficando divertido. Ele não vai competir em termos de humor e comédia com o Hassum. Mas, para aquilo que solicitaram para ele, acho que ele vai se sair muito bem.

Como vocês começaram a trabalhar juntos?
Nosso primeiro contato foi através do Johnny Araújo, diretor de cinema com quem já trabalhei. Ele me indicou, pois é amigo do Anderson e conversamos sobre a possibilidade de ele começar a estudar sobre interpretação e cinema visando o futuro após a carreira de lutador.

O Anderson está feliz com esse novo trabalho?
Ele está animado. Evoluiu muito desde o nosso último encontro. Já está "sacando" algumas coisa. Com um trabalho atrás do outro, o desenvolvimento acontece. A tendência é melhorar. Tem ator que não vai muito além... Anderson está começando, mas já demonstra possibilidades bem abrangentes na carreira que ele quer assumir em breve.

Modo como Spider foi nocauteado por Weidman gerou polêmica (FOTO: Getty Images)

Muitos torcedores chegaram a dizer que Anderson "encenou" a derrota no UFC 162. O que você acha disso?
Vou ser sincero: entendo pouco sobre luta. Agora, já vimos muito ator tomando tapa na cara de verdade em filme, mas um soco daquele eu nunca vi ator nenhum tomando. Nem de mentira com tanto realismo. É só você ver que ali não tem encenação nenhuma. Nem o melhor ator do mundo iria se propôr a esse tipo de coisa! Eu entendo quase nada, mas vendo a luta, Anderson teria de ter tido uma experiência como ator maior do que a do Wagner Moura (risos).

Anderson tem características mais relacionadas a um ator de comédia ou um personagem "durão", por ser lutador?
Ele é um cara muito engraçado, brinca muito, é uma pessoa muito divertida. Pelo pouco que trabalhei até agora, ele tem facilidade tanto com o personagem cômico quanto com o dramático. Ele pode se desenvolver para qualquer papel. Ele é sensível, tem disciplina e está só no começo.

Você acha que Spider tem condições de viver apenas sendo ator?
Anderson me perguntou o que é mais difícil na carreira de ator. Eu disse que é o mercado. São muito atores... Tudo vai depender do quanto ele vai se disponibilizar para desenvolver essa coisa bruta que ele possui, mas precisa ser desenvolvida. Se ele vai conseguir, não sei. Depende muito de muita coisa. Ser lutador, esportista, já é difícil. Ator é mais dificil ainda. Ele pode ser qualquer tipo de cara. Ele tem a capacidade de fazer vários tipos de personagens. Essa é a intenção dele, de ser muito mais do que apenas uma personalidade. Ser um ator de verdade.

Anderson Silva será um ator tipo...
Ele vai será um ator tipo o Anderson Silva (risos). Não um lutador que faz cinema. Ele quer ser um ator tipo Anderson Silva. Não sabemos ainda como será, mas que ele tem potencial, ele tem.

Ele estará pronto para viver apenas como ator daqui a quanto tempo?
Isso tudo é uma coisa meio que para manter o ritmo. Primeiro, um aquecimento dele como ator e paralelamente um ou outro projeto que for aparecendo. Ele já vai fazer um filme antes de encerrar a carreira, as propostas continuam chegando e ele estará preparado para quando ele parar de lutar já ter feito o suficiente para pensar em projetos maiores. Mas, não tem um prazo. Não sei quando ele vai parar.

NOTA: Anderson Silva estrelou o documentário "Como Água" nos cinemas, em 2011. Porém, o lutador não atuou na produção. Por se tratar de um documentário, Spider foi filmado em sua própria realidade. Já na produção americana "Tapped", o lutador fez uma participação ao lado de Lyoto Machida. O filme ainda não foi lançado.

Após a derrota para Chris Weidman no UFC 162, onde perdeu o cinturão do UFC, Anderson Silva chegou a declarar que estava cansado do posto de campeão e que a idade estava pesando em sua carreira de lutador de MMA. Passado o calor do momento e para a felicidade dos fãs brasileiros, Spider voltou atrás e terá sua revanche contra o americano pelo título dos médios no dia 28 de dezembro, em Las Vegas. Se esse é o próximo passo do atleta dentro do octógono, o LANCE!Net quis desvendar o caminho de Anderson fora das lutas. O temido lutador estreará no cinema nacional como ator no filme "Até que a Sorte nos Separe 2".

Para quem se pergunta o quê o atleta planeja no mundo do cinema, Anderson Silva pretende se tonar ator após encerrar sua carreira no MMA. Embora ainda apresente plenas condições de seguir durante muitos anos no esporte, Spider já cuida de seu futuro. O L!Net conversou com Luiz Mario Vicente, renomado preparador de atores que está treinando o lutador para ingressar no mundo das artes (não marciais).

- Anderson está acostumado a fazer muita propaganda. Ele tem esse domínio da câmera, do set... Ele se mostra um ator em potencial, pois tem muita sensibilidade, dedicação, disciplina, que são fundamentais para quem quer pensar em ser ator. Só força de vontade, não adianta. Ele precisa ter esses elementos, que o Anderson já possui. Agora, é desenvolver - disse Luiz Mario, que começou o trabalho com Anderson em outubro do ano passado.

O diretor e preparador de atores dá aula de atuação para Anderson Silva nas brechas que o lutador encontra em sua agenda lotada de compromissos. Porém, os encontros foram intensificados nas últimas semanas já que o atleta começou a gravar no último dia 19 sua participação no filme "Até que a Sorte nos Separe 2". As gravações estão acontecendo no Rio de Janeiro e depois irão para Las Vegas. Luiz explicou como será a primeira aparição de Spider nos cinemas como ator e alertou que é apenas um começo. O lutador ainda está longe de "competir" com papéis como o de Leandro Hassum, protagonista do longa-metragem.

Anderson Silva pretende se tornar ator após a carreira no MMA (FOTO: Divulgação)

- É uma participação significativa dentro do filme. São varias sequências. Se trata de uma participação que acontece durante todo o filme. Não é só uma cena. É decorrente. Uma participação que está diretamente ligada na trama principal do filme. Não é uma figuração de luxo. Longe disso. O papel do Anderson está diretamente ligado à resolução final da trama. É uma participação importante, mas não é um personagem grande - revelou o diretor.

 Filme atingiu um público de 3,5 milhões de pessoas e foi sucesso em 2012

Confira um bate-papo com Luiz Mario Vicente
Fala um pouco mais dessa participação do Anderson no filme "Até que a sorte nos Separe 2"...

É uma participação que, mesmo sendo num filme de comédia, o Anderson representa um personagem que não entra tanto nesse viés do humor que o Leandro Hassum tem. Ele não chega a ser um personagem engraçado, mas a composição do que foi montado acaba ficando divertido. Ele não vai competir em termos de humor e comédia com o Hassum. Mas, para aquilo que solicitaram para ele, acho que ele vai se sair muito bem.

Como vocês começaram a trabalhar juntos?
Nosso primeiro contato foi através do Johnny Araújo, diretor de cinema com quem já trabalhei. Ele me indicou, pois é amigo do Anderson e conversamos sobre a possibilidade de ele começar a estudar sobre interpretação e cinema visando o futuro após a carreira de lutador.

O Anderson está feliz com esse novo trabalho?
Ele está animado. Evoluiu muito desde o nosso último encontro. Já está "sacando" algumas coisa. Com um trabalho atrás do outro, o desenvolvimento acontece. A tendência é melhorar. Tem ator que não vai muito além... Anderson está começando, mas já demonstra possibilidades bem abrangentes na carreira que ele quer assumir em breve.

Modo como Spider foi nocauteado por Weidman gerou polêmica (FOTO: Getty Images)

Muitos torcedores chegaram a dizer que Anderson "encenou" a derrota no UFC 162. O que você acha disso?
Vou ser sincero: entendo pouco sobre luta. Agora, já vimos muito ator tomando tapa na cara de verdade em filme, mas um soco daquele eu nunca vi ator nenhum tomando. Nem de mentira com tanto realismo. É só você ver que ali não tem encenação nenhuma. Nem o melhor ator do mundo iria se propôr a esse tipo de coisa! Eu entendo quase nada, mas vendo a luta, Anderson teria de ter tido uma experiência como ator maior do que a do Wagner Moura (risos).

Anderson tem características mais relacionadas a um ator de comédia ou um personagem "durão", por ser lutador?
Ele é um cara muito engraçado, brinca muito, é uma pessoa muito divertida. Pelo pouco que trabalhei até agora, ele tem facilidade tanto com o personagem cômico quanto com o dramático. Ele pode se desenvolver para qualquer papel. Ele é sensível, tem disciplina e está só no começo.

Você acha que Spider tem condições de viver apenas sendo ator?
Anderson me perguntou o que é mais difícil na carreira de ator. Eu disse que é o mercado. São muito atores... Tudo vai depender do quanto ele vai se disponibilizar para desenvolver essa coisa bruta que ele possui, mas precisa ser desenvolvida. Se ele vai conseguir, não sei. Depende muito de muita coisa. Ser lutador, esportista, já é difícil. Ator é mais dificil ainda. Ele pode ser qualquer tipo de cara. Ele tem a capacidade de fazer vários tipos de personagens. Essa é a intenção dele, de ser muito mais do que apenas uma personalidade. Ser um ator de verdade.

Anderson Silva será um ator tipo...
Ele vai será um ator tipo o Anderson Silva (risos). Não um lutador que faz cinema. Ele quer ser um ator tipo Anderson Silva. Não sabemos ainda como será, mas que ele tem potencial, ele tem.

Ele estará pronto para viver apenas como ator daqui a quanto tempo?
Isso tudo é uma coisa meio que para manter o ritmo. Primeiro, um aquecimento dele como ator e paralelamente um ou outro projeto que for aparecendo. Ele já vai fazer um filme antes de encerrar a carreira, as propostas continuam chegando e ele estará preparado para quando ele parar de lutar já ter feito o suficiente para pensar em projetos maiores. Mas, não tem um prazo. Não sei quando ele vai parar.

NOTA: Anderson Silva estrelou o documentário "Como Água" nos cinemas, em 2011. Porém, o lutador não atuou na produção. Por se tratar de um documentário, Spider foi filmado em sua própria realidade. Já na produção americana "Tapped", o lutador fez uma participação ao lado de Lyoto Machida. O filme ainda não foi lançado.