icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
12/02/2015
06:30

O Corinthians garantiu a classificação para a fase de grupos, mas pode levar algo negativo do empate por 1 a 1 com o Once Caldas (COL), nesta quarta-feira, em Manizales, pela Libertadores. O zagueiro Gil sofreu um edema na panturrilha direita e preocupa o departamento médico.

Apesar do receio dos profissionais alvinegros após o duelo, o próprio jogador já quis deixar claro que está bem.

"Queria tranquilizar a todos e dizer que foi só uma pancada, que doeu muito na hora, mas já estou pronto pra próxima #VaiCorinthians", escreveu o defensor em sua conta no Twitter.

Naturalmente, Gil já seria poupado do duelo deste sábado, contra o Botafogo-SP, pelo Paulistão, mas agora vira dúvida para o jogo diante do São Paulo, na próxima quarta (18), na Arena Corinthians, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Ele já está sob tratamento intensivo desde as horas seguintes ao jogo diante do Once Caldas. Por sua característica, vai querer ir para o jogo de qualquer maneira.

Caso o titular não possa atuar, Tite formará a dupla da zaga corintiana com Felipe e Edu Dracena. Dracena, inclusive, chegou a entrar no lugar do camisa 4 no intervalo da partida desta quarta na Colômbia. O jovem Yago ficaria como uma opção no banco de reservas.

Vale lembrar que, para o duelo contra o São Paulo, o treinador não contará com o centroavante Paolo Guerrero, suspenso pela Conmebol por três partidas, por conta da expulsão no duelo diante do Once Caldas, na Arena Corinthians. O árbitro Patricio Loustau, da Argentina, relatou na súmula uma "agressão" do camisa 9 do Timão e isso pesou para o gancho pesado da comissão julgadora da entidade sul-americana.