icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
26/11/2014
19:31

Sete integrantes da Galoucura foram presos no início da tarde desta quarta-feira, na sede da facção organizada, na Avenida Abílio Machado. Além das detenções, a Polícia Militar apreendeu fogos de artifício, pedaços de pau, canivetes, um revólver calibre 32 com munições, um martelo e uma bucha de maconha, no dia em que Cruzeiro e Atlético-MG decidem a Copa do Brasil, no Mineirão.

De acordo com o tenente Henrique Rebelo, as prisões ocorreram a partir de uma denúncia anônima. Os torcedores afirmaram que não sabiam qual era a origem do material. As prisões ocorreram a partir

- Nós efetuamos diligências no local e realmente foi comprovado que eles estavam em posse de várias barras de ferro e inclusive armados com um revólver. Certamente eles tinham a intenção de provocar tumultos e iriam propiciar brigas durante o dia ou no momento da partida.

Os membros da Galoucura foram encaminhados Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e a ocorrência deverá ser encerrada na Central de Flagrantes da Polícia Civil 2, localizada no Bairro Floresta.

A Galoucura é uma das facções organizadas proibida pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de circular a um raio de cinco quilômetros de Mineirão. As outras são a Pavilhão Azul e Independente, ambas do Cruzeiro. Torcedores que estiverem com a camisa de alguma destas organizadas serão detidos nesta quarta-feira.