icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/02/2015
16:03

A Premier League divulgou nesta terça-feira o resultado da venda dos direitos de televisão do torneio. O novo valor é um recorde. As emissoras Sky Sports e BT vão compartilhar os jogos da competição na Grã-Bretanha e vão pagar um valor de 5,136 bilhões de libras (R$ 22,14 bilhões) entre 2016 e 2019, um acréscimo de 70% em relação ao contrato anterior. Cada partida vai custar cerca de 10 milhões de libras (R$ 43 milhões).

Na divisão, a Sky Sports vai pagar 4,176 bilhões de libras (R$ 17,96 bilhões) para transmitir 126 jogos por temporada, o que representa cerca de 13% do seu faturamento total. A BT vai ter o direito de mostrar 42 partidas e vai pagar 960 milhões de libras (R$ 4,13 bilhões).

- Os clubes da Premier League atingiram um nível de competição e levam um futebol aos torcedores, tanto nos estádios quanto na televisão, que atingiram novos patamares - disse Richard Scudamore, diretor executivo da Premier League:

- A Sky Sports e a BT Sport têm feito um trabalho tremendo para levar os jogos aos fãs e ajudam os clubes a investirem no futebol, estrutura e desenvolvimento da base.

United é um dos clubes mais populares do mundo (Foto: Lindsey Parnaby/ AFP)

O dirigente ainda valorizou o fato de mesmo clubes pequenos poderem receber bastante dinheiro. Garantiu ainda que as equipes têm o compromisso de encherem os seus estádios.

- O Burnley é mais poderoso economicamente que o Ajax, o que quer dizer muito sobre o que a nossa liga está fazendo. Os clubes ainda precisam falar sobre preços de ingressos para manter os estádios cheios. Talvez tenha um grande aumento de trabalho para eles.

Liverpool foi o clube que mais arrecadou com TV em 2013/14 (Foto: AFP)

Para efeito de comparação, o Campeonato Espanhol, por exemplo, tem um novo contrato em que os clubes recebem 800 milhões de euros (R$ 2,5, bilhões) por temporada, enquanto a Itália terá um novo acordo de 945 milhões (R$ 3 bilhões) anuais. A França renovou o seu contrato até 2020 com 726 milhões (R$ 2,3 bilhões) por ano, e a Alemanha com "apenas" 475 milhões (R$ 1,5 bilhão) pelo mesmo período.

O novo contrato da Globo com o Campeonato Brasileiro começa a vigorar em 2016, e vai até 2019, o mesmo período deste novo acordo da Premier League. No Brasil, o contrato pelo período é de R$ 4,11 bilhões pelos quatro anos, sem contar o valor do "pay-per-view".