icons.title signature.placeholder Amélia Sabino, Carlos Alberto Vieira e Leo Burlá
05/12/2013
14:07

A Fifa anunciou o aumento do valor do dinheiro que será distribuído na Copa do Mundo. O total passará de US$ 420 milhões (R$ 997,1) para US$ 576 milhões (R$ 1,3 bi), o que representa um aumento de 37%.

Com a nova configuração, os clubes que cederem jogadores as seleções dividirão uma cota de US$ 70 milhões (R$ 166, 1 milhões). Em 2010, este montante atingiu US$ 40 milhões (R$ 94,9 milhões).

Também  passará a existir um fundo de proteção dos clubes, uma forma de seguro (para casos de lesão de um atleta, por exemplo) de US$ 100 milhões (R$ 237,4 milhões). O restante, US$ 358 milhões (R$ 849,9 milhões), será rateado pelas associações membros.

O anúncio foi feito pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante entrevista na Costa do Sauípe, local do sorteio das chaves da Copa do Mundo.