icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/02/2015
12:34

A desastrosa temporada do Borussia Dortmund deve afetar e muito os cofres do clube para a próxima temporada. Apenas na 16ª colocação do Campeonato Alemão - que o levaria a participar de um playoff contra o terceiro da segunda divisão para evitar o rebaixamento -, os Aurinegros veem as chances de classificação para a Liga dos Campeões da próxima temporada ruírem a cada rodada. O prejuído seria de aproximadamente 15 milhões de euros (R$ 48,5 milhões) por não disputar a principal competição europeia.

E MAIS
- Lesionado desde novembro, Modric já tem data para voltar ao Real Madrid
- Novo diretor do Barcelona já tem nome na lista para contratar em 2016

Para o Dortmund se reerguer e voltar a figurar na Champions na próxima temporada, o clube teria que tirar 15 pontos de diferença para o quarto colocado, hoje o Augsburg, que tem 34. Outra possibilidade é vencer o torneio continental, o que não parece provável diante da má fase. O adversário das oitavas de final é a Juventus, que vem sobrando no Campeonato Italiano e é favorita para o confronto.

Se o déficit financeiro e a crise esportiva são latentes, o Dortmund ainda não computou nenhuma queda, até o momento, nos diversos setores de faturamento, como as cotas de TV, vendas de ingressos, patrocinadores, merchandising e outros.


Torcida será importante para evitar maiores quedas nas receitas (Foto: Arquivo LANCE!)

Infelizmente para os Aurinegros, o perigo do rebaixamento é muito mais forte do que qualquer pretensão de disputar a Champions. Se a tragédia da queda se concretizar, o clube perderá ainda mais receitas. Mas segundo o diretor executivo do clube, Hans-Joachim Watzke, o Dortmund continuará a ser um dos dez com maior faturamento da Bundesliga.

- Será praticamente impossível obter uma vaga para a Champions League na próxima temporada e, com certeza, vamos perder 40 milhões de euros (R$ 129,5 milhões) em faturamento - disse o diretor, em entrevista coletiva.

Hans-Joachim Watzke disse que o Dortmund não precisará fazer loucuras para cobrir o déficit.

- Estamos trabalhando com um prejuízo líquido na próxima temporada de 15 milhões de euros com o qual vamos arcar, mesmo porque somos sólidos do ponto de vista financeiro e temos capital próprio suficiente para aguentar uma situação como essa.