icons.title signature.placeholder Bruno Grossi e Marcio Porto
05/11/2014
11:15

Deus escreve certo por linhas tortas. Michel Bastos que o diga. O meia chegou ao São Paulo no dia em que o time foi eliminado da Copa do Brasil pelo modesto Bragantino. Crise? Ironia. O revés levou o Tricolor a jogar a Copa Sul-Americana, torneio em que Michel tem deitado e rolado.

Nesta quarta-feira, contra o Emelec (EQU), às 22h, em Guayaquil, o camisa 7 será outra vez uma das principais forças de Muricy Ramalho para conquistar a vaga nas semifinais da competição continental. Seu cartão de visitas aos equatorianos já foi dado na ida, quando marcou o gol que abriu o placar para a vitória de 4 a 2. Ali, estava apenas mantendo a média.

Michel Bastos fez gol em todos os jogos da fase internacional da Copa Sul-Americana, a partir das oitavas de final. Marcou três vezes. Além do Emelec, vitimou o Huachipato (CHI) no jogo de ida e na volta. É o artilheiro do time na competição, com desempenho que rendeu elogios pomposos de Muricy Ramalho.

– Ele é muito bom jogador. É aquela peça que não está aqui para participar, vem para jogar. Jogador que está bem assim é complicado tirar, a gente tem de arrumar um espaço. Ele está sempre bem – afirmou o técnico, após o jogo de ida.

Contra o Emelec, Muricy deve repetir a linha de frente que usou na partida do Morumbi com três meias e Alan Kardec adiantado. Nessa formação, Michel Bastos cai pelos flancos, revezando o lado do campo com Kaká. O camisa 8 volta ao time após ser poupado no Campeonato Brasileiro. Assim, o São Paulo tenta fazer valer a vantagem. Michel está confiante.

– Esperamos um jogo difícil, complicado e duro. O cansaço das viagens e a qualidade deles vão dificultar. Eles podem nos criar problemas. São esses fatores que podem atrapalhar. Mas estamos preparados – declarou o camisa 7.

Com o 4 a 2 da ida, o Tricolor pode perder por um gol de diferença, ou dois, desde que de 5 a 3 para cima. Se o Emelec devolver o placar da ida, a decisão será nos pênaltis.

Na próxima fase, quem passar pega o vencedor de Atlético Nacional (COL) e Cesar Vallejo (PER). Michel Bastos quer estar lá!