icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
00:24

Apesar da goleada por 4 a 0, o Palmeiras teve alguns problemas defensivos contra o Icasa, no Pacaembu. Quando a partida ainda estava 0 a 0, o goleiro Fernando Prass defendeu pênalti cobrado por Radamés, aos 23 minutos da primeira etapa. Já no segundo tempo, o arqueiro apareceu em mais dois lances de ataque do rival, e, na saída do gramado, disse estar apenas feliz "por fazer sua função".

- É minha função, sou contratado e sou pago para isso. Fico feliz de ajudar em um jogo como o de hoje (terça) - afirmou o camisa 25, que disse não ter fórmula para pegar pênalti.

- Depende do momento, do batedor. Não tem fórmula (para pegar pênalti). Eu esperei ele, até porque não conhecia muito, para sair com a bola. Tem de contar com a sorte também - explicou.

Por conta dos sustos que o Verdão teve em sua defesa, e a demora para garantir os 4 a 0 - os três últimos gols saíram apenas a partir dos 31 minutos da segunda etapa -, Fernando Prass considerou que o placar 'enganou um pouco'.

- Um pênalti é 90% gol, sempre é importante pegar. A postura deles era complicada, o jogo foi assim, o placar engana um pouco. O Icasa teve seis chances, e até fazermos o segundo o jogo estava muito perigoso - completou.

Com a vitória e o tropeço da Chapecoense contra o Ceará (vitória do Vozão por 3 a 1), o Palmeiras voltou a ser líder da Série B, com dois pontos de vantagem para a equipe catarinense. Na próxima rodada, o Verdão recebe o Bragantino, na sexta-feira.

Palmeiras goleia o Icasa e recupera a liderança da Série B

Apesar da goleada por 4 a 0, o Palmeiras teve alguns problemas defensivos contra o Icasa, no Pacaembu. Quando a partida ainda estava 0 a 0, o goleiro Fernando Prass defendeu pênalti cobrado por Radamés, aos 23 minutos da primeira etapa. Já no segundo tempo, o arqueiro apareceu em mais dois lances de ataque do rival, e, na saída do gramado, disse estar apenas feliz "por fazer sua função".

- É minha função, sou contratado e sou pago para isso. Fico feliz de ajudar em um jogo como o de hoje (terça) - afirmou o camisa 25, que disse não ter fórmula para pegar pênalti.

- Depende do momento, do batedor. Não tem fórmula (para pegar pênalti). Eu esperei ele, até porque não conhecia muito, para sair com a bola. Tem de contar com a sorte também - explicou.

Por conta dos sustos que o Verdão teve em sua defesa, e a demora para garantir os 4 a 0 - os três últimos gols saíram apenas a partir dos 31 minutos da segunda etapa -, Fernando Prass considerou que o placar 'enganou um pouco'.

- Um pênalti é 90% gol, sempre é importante pegar. A postura deles era complicada, o jogo foi assim, o placar engana um pouco. O Icasa teve seis chances, e até fazermos o segundo o jogo estava muito perigoso - completou.

Com a vitória e o tropeço da Chapecoense contra o Ceará (vitória do Vozão por 3 a 1), o Palmeiras voltou a ser líder da Série B, com dois pontos de vantagem para a equipe catarinense. Na próxima rodada, o Verdão recebe o Bragantino, na sexta-feira.

Palmeiras goleia o Icasa e recupera a liderança da Série B